Aumentam exportações brasileiras de carne para Rússia

Exportação de carnes brasileira aumentou 56% no primeiro semestre de 2016, em comparação a mesmo período do ano anterior.

Exportação de carnes brasileira aumentou 56% no primeiro semestre de 2016, em comparação a mesmo período do ano anterior.

PhotoExpress
Trocas comerciais na via inversa, porém, não avançam.

As exportações brasileiras de carnes in natura e congeladas no primeiro semestre de 2016 aumentaram 56%, em comparação com o mesmo período no ano passado, chegando a mais de 301 mil toneladas.

Isso ocorreu devido a um aumento de importações de todos os principais mercados. As exportações para a Rússia, que compõem um terço do total de vendas para fora do mercado brasileiro, cresceram 20%, de acordo com o portal Meatinfo.ru.

Assim, a carne suína brasileira pode se ter mais potencial de concorrer em mercados como Angola, Japão, México e Cingapura. A Coreia do Sul também abriu recentemente seu mercado ao Brasil.

Via de mão única

A situação inversa, porém, não está satisfatória para os russos. O Brasil ainda não abriu seu mercado aos peixes e derivados da Rússia.

Em relação à carne bovina, representantes das agências estatais brasileiras afirmaram que uma resolução final sobre a importação de produtos da Rússia  somente após receber respostas a um questionário enviado sobre o sistema de segurança na produção russa. O relatório encontra-se em andamento na agência fitossanitária russa, a Rosselkhoznadzor.

Com informações do portal Regnum.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.