Rússia encontra ervas daninhas em lotes brasileiros de grãos

Laboratório confirmou presença de "Bidens pilosa" e Ipomea em lotes

Laboratório confirmou presença de "Bidens pilosa" e Ipomea em lotes

Tass
Espécie Bidens pilosa e Ipomeas foram detectadas por serviço fitossanitário. Plantas tropicais podem causar danos econômicos significativos para região.

O Rosselkhoznadzor (Serviço Fitossanitário da Rússia) da região do enclave russo de Kaliningrado anunciou que dois lotes de grãos recebidos do Brasil estão contaminados com flores do gênero Ipomea e com a espécie Bidens pilosa, também conhecida como "picão preto". Os lotes totalizam 37 mil toneladas.

Em análises do produto, especialistas do laboratório interregional de Kaliningrado confirmaram a existência de Ipomea e Bidens pilosa vivas, e os lotes foram enviados para quarentena de ervas daninhas.

Se as ervas daninhas infectarem a plantação local, os danos econômicos serão significativos.

Com material do portal NewKaliningrad.Ru.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies