Brasil vai ganhar nova estação do Glonass no quarto trimestre

Estação do Glonass na Universidade de Brasília foi a primeira no hemisfério Ocidental

Estação do Glonass na Universidade de Brasília foi a primeira no hemisfério Ocidental

AFP/East News
A agência espacial russa Roscosmos anunciou que o Brasil vai instalar uma terceira estação do sistema de navegação por satélite Glonass em seu território no quarto trimestre deste ano.

Em nota divulgada após encontro da comissão Brasil-Rússia, em Moscou, a Roscosmos e a Agência Espacial Brasileira anunciaram a instalação de uma terceira estação do sistema russo Glonass, análogo do norte-americano GPS, no Brasil.

O objetivo é, segundo as agências espaciais, desenvolver a cooperação no domínio da navegação e sensoriamento remoto (SR) e monitorar conjuntamente o lixo espacial.

“No começo do quarto trimestre de 2015 está previsto o início da instalação da terceira estação Glonass no Brasil”, lê-se no documento. Durante o evento, a comissão brasileira avaliou positivamente o trabalho conduzido nas duas estações terrestres do Glonass já ativas no país.

As partes também discutiram a instalação em território brasileiro de um sistema eletrônico de fabricação russa para detecção de lixo espacial, cujo operação é prevista para o primeiro semestre de 2016.

Na agenda do dia esteve ainda a cooperação no domínio do sensoriamento remoto em benefício dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e exploração do espaço externo.

Em fevereiro de 2013, entrou em operação na Universidade Nacional de Brasília a primeira estação do sistema de correção diferencial e monitoramento do Glonass no hemisfério Ocidental.

Publicado originalmente pela agência RIA Nôvosti

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies