Para ferver no inverno russo

Foto: Lori / Legion Media

Foto: Lori / Legion Media

Russos e expatriados dão algumas sugestões de itens para levar consigo e outros para evitar.

Roupas

É essencial levar várias roupas que possam ser facilmente tiradas e recolocadas. Muitas vezes o calor dentro dos ambientes é tão insuportável como o frio lá fora. A italiana Barbara Valfre 'Corrias,  veterana de seis invernos em Moscou, sugere não só evitar blusas pesadas, mas também mudar de sapatos dependendo do ambiente. O que complica a escolha da roupa é que os russos procuram ficar elegante, mesmo nas mais severas condições. “Se quiser se aventurar, traga botas com salto stiletto!”, comenta outra expatriada. A holandesa Danielle Eversdijk reafirma a necessidade de carregar “sapatos de salto (apropriados para o inverno, é claro) para não ser esnobado em bares e festas”.

A ex-moradora da capital russa, Linda Stacey, conta que o filho viajou para Moscou em dezembro da Austrália, e chegou de bermuda e chinelos. Embora poucos visitantes estrangeiros optem por esse tipo de programa, você pode precisar de uma roupa da banho se estiver pretendendo se juntar a morji (“morsas”) para um mergulho em águas geladas. A maioria das listas de roupa de inverno incluem chapéus, luvas, casacos longos e botas. Vários russos se mantêm aquecidos com peles, que são fáceis de comprar na Rússia (a um preço salgado), ou com materiais alternativos, como a lã.

Shaun Walker, o correspondente de Moscou para um jornal independente do Reino Unido, também se refere a roupas para o frio em sua reportagem recente sobre uma viagem a Iakutsk, a cidade mais fria da Sibéria. “Começando pelos pés, estou usando um par de meias de algodão, com um par de meias térmicas por cima, e botas de cano alto”. A lista vai apenas crescendo com a inclusão de roupa interior térmica, casacos grossos e chapéu, além de “luvas de lã para os momentos de sair de casa e tirar fotografias” . Mesmo assim, o jornalista diz ter conseguido ficar apenas 13 minutos em áreas abertas. Em Moscou, por sua vez, Walker comenta que “um bom casaco de inverno” é, em geral, suficiente.

Equipamento

Um telefone celular totalmente carregado pode ser duplamente importantes em temperaturas baixas. A estudante moscovita Seva Ardov lembra da visita de um amigo da Espanha. “Seus cílios estavam completamente cerrados após uma curta caminhada em -30˚C; para piorar, ele esqueceu de recarregar seu telefone.  Às 7 horas, ele não conseguia me ligar para pedir informação sobre o caminho de casa e teve que esperar uma vendinha local abrir para recarregar a bateria”, conta.

É possível comprar ou alugar patins e esquis por toda a cidade, mas, para aqueles que querem explorar caminhos e parques a pé, a neve pode ser um problema. Dois artigos que não podem faltar no kit e ajudam as pessoas a ficar em pé são “Yaktrax”, acessório de tração que se adapta a qualquer calçado para manter o equilíbrio em superfícies difíceis, e bastões para neve. Ironicamente, nenhum deles é tão fácil de achar em Moscou e, por isso, vale a pena pensar em investir de antemão. Se a ideia é se embrenhar na mata, um apito supersônico para cães também pode ser útil para afastar os cachorros selvagens.

A fotógrafa britânica e moradora de longa data de Moscou, Henrietta Challinor, completa que “um relógio de confiança é importante para se ter certeza da hora certa, quando ainda está escuro às 10h; além de uma câmera bem protegida para lidar com temperaturas abaixo de -25˚C”. Várias pessoas têm histórias pavorosas sobre câmeras sofisticadas com lentes rachadas, portanto, esse é um bom conselho para quem deseja capturar paisagens em meio à neve.

Comida e comportamento

Quase todos as maravilhas culinárias estão disponíveis nas lojas de supermercado de luxo da parte moderna de Moscou, apesar de muitas vezes saírem várias vezes o preço que se pagaria em casa. A ex-moscovita Sara Morris-Jordan relembra a “vodca com raiz-forte”, que mantém quente de dentro para fora” e recomenda acompanhá-la com “chocolate amargo para tirar o sabor forte da bebida”.

Em geral, disposição para aventura e diversão são as melhores coisas para levar consigo em uma viagem à capital russa. Mantenha a cabeça aberta e senso de humor sobre os desafios inevitáveis e você verá Moscou como uma cidade maravilhosamente gratificante em qualquer temporada.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.