Empresa russa apresenta soluções para baratear o transporte público em São Paulo

Foto: Lori / Legion Media

Foto: Lori / Legion Media

A Movetracker opera há pouco tempo no Brasil, mas já monitora 150 mil veículos na Rússia e está presente em 22 países. O equipamento é capaz de apresentar uma vasta gama de informações que torna a operação mais segura, transparente e econômica.

Há dez dias, 2.000 ônibus escolares da prefeitura de São Paulo rodam equipados com o sistema Movetracker.

Em fase de testes, o sistema monitora todo o trajeto por onde o ônibus passou, desde o primeiro aluno até o último –dessa forma a prefeitura jamais será enganada quanto à quilometragem percorrida, podendo checar os números apresentados pelas empresas terceirizadas.

Moscou Congestionamento

Em Moscou, a Movetracker mantém o programa Moscou Congestionamento, por meio do qual é possível saber onde há congestionamento e como superá-lo.

“Suponhamos que uma ambulância recebeu um chamada de emergência. Nosso sistema localiza as cinco ambulâncias mais próximas, verifica o caminho mais rápido para chegar ao destino, contornando os congestionamentos. Assim funciona para ambulâncias, para a polícia, para emergências e para a população.” contou Serge Demidov, sócio-diretor da Move Tracker, à Gazeta Russa na sede do Escritório Comercial da Rússia, em São Paulo.

Motoristas sob controle

O Brasil gasta mais com acidentes de trânsito do que com furto de veículos. Duas ou três vezes, dependendo do setor.

Uma boa solução pode ser monitorar hábitos de condução do motorista. E beneficiá-lo ou multa-lo, dependendo do estilo de condução dele: se ele freia ou se acelera demais, por exemplo.

“Na Rússia, com esse sistema, nós conseguimos diminuir a quantidade dos gastos com acidentes pela metade” diz Demidov. “É mais um jeito de economizar. Isso serve mais para ônibus. A frota em São Paulo é terceirizada. O prefeito precisa diminuir a quantidade de acidentes. Pra ele é mais interessante essa solução.”

O equipamento também é capaz de acusar furto de combustível em qualquer tipo de veículo, o que, mais uma vez, implica em diminuição de gastos.

Transparência

Demidov aponta outras vantagens na implantação do sistema:

“O prefeito recebe informação sobre a quilometragem percorrida pela frota de ônibus terceirizada. Com nosso sistema, você tem acesso a todos os dados. Não tem como aumentar a quantidade de quilômetros rodados. E isso ajuda a diminuir os gastos também.”   

O recolhimento de lixo e a limpeza das ruas, outros pontos sempre polêmicos nas grandes cidades, também podem ser monitorados.

“Isso aumenta a transparência da gestão” diz Demidov. “Por exemplo: para a prefeitura é interessante mostrar qual trabalho está sendo feito na cidade. Nosso sistema torna disponível para o público as informações de recolhimento de lixo. O cidadão pode acompanhar se o caminhão passou e quanta quantidade de lixo recolheu. Se não passou numa determinada casa, o cliente pode fazer uma reclamação online.”

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.