Rússia receberá novo sistema de defesa antiaérea em 2020

Comandante-chefe das Forças Aéreas da Rússia declara que sistema de míssil teledirigido S-500 poderá atingir até 10 alvos balísticos de uma vez na primeira velocidade cósmica.

A Rússia se prepara para receber em 2020 um novo sistema de defesa antiaérea teledirigido capaz de atingir até 10 alvos balísticos de uma só vez na primeira velocidade cósmica, de acordo com o comandante-chefe das Forças Aéreas russas, tenente-general Víktor Bôndarev.

“O sistema teledirigido S-500 protegerá grandes cidades, plantas industriais e alvos estratégicos prioritários. O sistema poderá detectar e atingir cerca de 10 alvos balísticos voando a 7 km/s de velocidade, assim como blocos de mísseis de cruzeiro", disse Bôndarev.

"A capacidade do S-500 vai ultrapassar a do atual sistema teledirigido S-400 Triumf e de seu concorrente, o sistema americano PAC-3”, completa.

De acordo com Bôndarev, o S-500 poderá determinar ordens de destruição de variados tipos de alvos. A tarefa principal do sistema é o combate de mísseis balísticos intercontinentais de curto e médio alcance.

“Pretendemos terminar a elaboração do sistema até 2020”, completa Bôndarev.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.