Compras online de fim de ano devem aumentar na Rússia, estimam empresa do setor

Foto: AFP

Foto: AFP

Itens mais populares são os livros em série e notebooks. A internet foi dominada também pelas donas de casa: seus favoritos nas lojas online são os barbeadores elétricos e as panelas elétricas.

Empresas do mercado eletrônico estimam que em dezembro de 2012 as vendas online para as festas de fim de ano na Rússia excederão duas vezes a demanda do mesmo período do ano passado.

Neste ano, os itens mais populares são os livros em série e notebooks. A internet foi dominada também pelas donas de casa: seus favoritos nas lojas online são os barbeadores elétricos e as panelas elétricas.

“Em dezembro, as vendas no segmento do comércio online duplicaram em comparação com o mesmo período do ano de 2011. Na maioria das vezes, antes do Ano-Novo, o consumidor compra roupas, acessórios e presentes online”, conta o  proprietário do site eletrônico KupiVip.ru, Oscar Hartmann.

“Antes do Ano-Novo, as pessoas decidem comprar aquilo com o que há muito sonhavam”, diz a representante da loja Ozon.ru, Maria Nazamutdinova.

“Ultrabooks e dispositivos eletrônicos portáteis são também populares, especialmente os fabricados pela Apple. Dentre os produtos para a casa, os consumidores escolhem árvores de Natal, objetos de decoração para o lar e para a mesa festiva. Dentre os produtos para as crianças, cresce a demanda por brinquedos e fantasias de carnaval. 

O volume de vendas de livros em dezembro aumentou em 20% em comparação com setembro deste ano, quando a demanda é tradicionalmente alta, no início do ano letivo do país.

Este mês, 24% do total das vendas da Ozon.ru foram de livros e 39% de electrônicos. O valor médio dos gastos por compra durante o período que antecede o Ano-Novo cresceu de maneira insignificante. De acordo com a Ozon.ru, este valor é de 2.060 rublos, contra os 2.000 rublos em dezembro de 2011.

Já os vendedores de eletroeletônicos da web têm outros indicadores.

“O valor médio das faturas excedeu 15 mil rublos neste mês", explica o representante da Utinet.ru, Mikhail Yatkovskiy.

Segundo Mikhail, antes das festas, mais de 50% das vendas foram de notebooks, cerca de 20%, de equipamentos de escritório, e 8%, de aparelhos eletrodomésticos.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.