Pútin discursa aos deputados da Assembleia Federal

Foto: президент.рф

Foto: президент.рф

“Os próximos anos serão um momento decisivo não apenas para a Rússia. Nós entramos numa época de mudanças globais. E a Rússia deve ser e permanecer uma nação única,” declarou Pútin, destacando que o país irá aumentar sua atividade geopolítica, sendo este um aspecto principal para a economia, a cultura, a diplomacia e para seu poder militar.

Pela primeira vez após sua reeleição, o presidente da Rússia, Vladímir Pútin, discursou para os deputados da Assembleia Federal. A fala do presidente ocorreu no Dia da Constituição, comemorado hoje.

Mais de 1.000 pessoas foram convidadas para o Salão de São Jorge, do Grande Palácio do Kremlin. Além de parlamentares, estavam presentes membros do governo, governadores, líderes das principais manifestações religiosas, figuras públicas proeminentes e representantes da mídia.

Maior exportador de alimentos

Pútin declarou que em cinco anos a Rússia será completamente independente em todos os tipos de alimentos e em seguida se tornará o maior exportador mundial.

"A Rússia tem 55% das terras férteis do planeta. Nos próximos quatro ou cinco anos devemos garantir nossa independência em todos os tipos principais de alimentos", afirmou Pútin

"Em seguida a Rússia se tornará o maior exportador de alimentos."

Indústrias de alta tecnologia

"A fim de melhorar a qualidade da economia precisamos de uma concorrência justa. A Rússia precisa elaborar um plano para o desenvolvimento de indústrias de alta tecnologia", disse o presidente.

"Precisamos reforçar nossas posições no setor espacial e de energia nuclear. Devemos restaurar os campos básicos, tais como construção naval, de aviões, de aparelhos. Já começamos a reconstituir nossa indústria eletrônica, envolvendo ativamente os investimentos privados."

Democracia

"A Rússia não tem e não pode ter um outro regime político além da democracia. Quero destacar que nós compartilhamos os princípios democráticos universais, adotados por todo o mundo. A democracia russa, no entanto, é o governo do próprio povo russo," declarou.

"Os partidos no poder, o governo, o presidente, tudo vai mudar, mas os princípios do Estado e da sociedade não serão afetados. Democracia é uma possibilidade de escolher o poder, bem como controlá-lo continuamente."

Avanço técnico

"A Rússia deve fazer um novo avanço técnico. Desta maneira o país será capaz de enfrentar a forte concorrência dos mercados globais, preservar sua soberania e a originalidade nacional", disse o presidente.

Pútin lembrou que uma luta por mercados e recursos ocorre agora no mundo.

“Aquele que perder esta luta, será privado destes bens. Até então a Rússia já fez muito para ganhar", disse.

Atividade geopolítica

“Os próximos anos serão um momento decisivo não apenas para a Rússia. Nós entramos numa época de mudanças globais. E a Rússia deve ser e permanecer uma nação única,” declarou Pútin, destacando que o país irá aumentar sua atividade geopolítica, sendo este um aspecto principal para a economia, a cultura, a diplomacia e para seu poder militar.

Publicado originalmente no site da rádio Voz da Rússia 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.