Buscador Yandex divulga lista com os temas mais pesquisados em 2012

Temas foram divididos em 12 grupos, entre os quais Estreias, Celebridades, Eventos e Perguntas mais frequentes.

O Yandex, maior motor de busca russo na internet, divulgou a lista das buscas mais populares em 2012. Entre os temas mais procurados pelos usuários russos estão o amor, a eleição presidencial do país e a Eurocopa de 2012. Já a pergunta mais frequente do ano foi: “Por que eu sou shampoo?”

Os temas foram divididos em 12 grupos, entre os quais Estreias, Celebridades, Eventos e Perguntas mais frequentes.

Estreias e Eventos

 

O tema da eleição presidencial de março de 2012 foi o mais pesquisado nos grupos Estreias e Eventos. O site webvybory2012.ru, criado para acompanhar ao vivo as operações de votação, lidera o grupo Estreias. A frase "eleição 2012" encabeça o ranking do grupo Eventos.

Os temas das buscas mais populares do grupo, além da eleição presidencial de março, foram o Festival Eurovisão da Canção, a Copa do Mundo, as Olimpíadas, o filme “A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2”, o Exame Nacional do Ensino Secundário, entre outros. O tema "fim do mundo" fecha a lista do grupo Eventos.

 

O Yandex é a maior empresa de internet da Rússia. Possui um buscador homônimo, com uma fatia de cerca de 60% do mercado nacional de pesquisas da internet, além de vários outros serviços.

Dentre as consultas mais realizadas no grupo Estreias se encontram também o smartphone iPhone 5, o Bóson de Higgs, o automóvel Lada Largus e o filme polêmico “A inocência dos muçulmanos”. Os temas estão entre o 2º e o 5º colocados do grupo.

O que é?, Quem é?, Por que é ? e os memes mais populares

 

A consulta “O que é o amor?” foi a mais realizada em 2012 no grupo de perguntas que começavam com "O que". Já a pergunta "Quem é Sasha Grey?" foi a mais frequente entre as que continham a palavra "Quem". Entre outras consultas mais populares estiveram perguntas como "Por que Pútin é caranguejo?", "Por que eu sou tão burra assim?" e "Por que sou Shampoo?"

Filmes e Música

 

O filme mais procurado em 2012 foi “A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2”. Já os longas  “Os Vingadores”, “Homens de Preto 3”, “O Motoqueiro Fantasma 2” e  “Sherlock Holmes: O Jogo de Sombras” não chamaram muita atenção dos usuários.

Atletas e eventos esportivos

 

As consultas sobre o desempenho da seleção de futebol russa na Eurocopa de 2012 encabeça a lista das buscas mais populares no grupo de eventos esportivos. Ao mesmo tempo, os jogadores de futebol russos pouco interessam aos usuários do Yandex, a julgar pelas colocações no grupo Atletas. Apenas um jogador russo, Alan Dzagoev, está na lista dos nomes dos atletas mais procurados, ocupando, entretanto, a segunda posição. A maioria dos usuários se interessa por lutadores, boxistas e  ginastas.

A classificação é liderada pelo tetracampeão peso-pesado de combates de MMA Fedor Emelianenko. Em terceiro lugar ficou seu irmão, Aleksandr Emelianko, que venceu três dos quatro combates de M-1 enfrentados este ano.

Celebridades

 

As classificações do grupo Celebridades mostram que o surto de interesse público por muitos atores acontece após sua morte. A classificação é liderada pelo ator Ilia Oleinikov e pela atriz Marina Golub, que morreram em 2012. Também foram lembradas outras celebridades mortas em 2012, como Ígor Kvacha, Aleksandr Porokhovchikov, Anatoli Otradnov, Evgeni Jarikov e Whitney Houston.

No entanto, os atores vivos presentes na classificação são mais numerosos. 

O bilionário Mikhail Prókhorov ocupa a segunda posição entre as celebridades masculinas, o lutador de MMA Fedor Emelianenko ficou em 4º lugar e o psíquico Vitáli Gibert, em 6º. Logo atrás segue Mario Casas, que estrelou o filme “Três metros acima do céu”. O jogador de futebol Alan Dzagoev ficou em 9º lugar.

A lista das celebridades femininas inclui a apresentadora de TV Olga Buzova, a nutricionista Tatiana Malakhova, a cantora Kristina  Orbakaite, a apresentadora de TV Dunia Smirnova, a modelo e atriz Evgenia Feofilaktova e a atriz Tatiana Vasilieva.

Publicado originalmente pela agência RIA Nóvosti 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.