Militares russos realizam voos de vigilância sobre EUA

Tu-154M Lc-1 avião do Tratado de Céus Abertos. Foto: Divulgação

Tu-154M Lc-1 avião do Tratado de Céus Abertos. Foto: Divulgação

Sobrevoo faz parte de missão em territórios dos países signatários do Tratado de Céus Abertos.

Inspetores russos sobrevoarão na próxima semana o território dos Estados Unidos, segundo fontes do Ministério da Defesa russo.

“Entre 26 novembro e 3 dezembro, um grupo de russos inspetores militares russos vão sobrevoar o território norte-americano em um avião Tu-154M Lc-1 avião sob o Tratado de Céus Abertos”, disseram as fontes.

O equipamento de observação instalado no avião recebeu a certificação internacional necessária, na qual também participaram inspetores dos EUA.

Durante o voo de aproximadamente 4,250 km de longitude, os especialistas russos, juntamente com seus colegas norte-americanos, irão monitorar o uso de dispositivos de vigilância em conformidade com os acordos estabelecidos.

Segundo as fontes, a aeronave irá decolar do aeródromo de Trevis, na Califórnia. Será a missão número 36 que a Rússia cumprirá sobre os territórios dos países signatários do Tratado de Céus Abertos.

Esse acordo foi assinado em Helsinque, no ano de 1992, por 27 Estados-membros da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) e ratificado por todos os seus integrantes em 1995.

O objetivo do tratado é aumentar a compreensão e confiança, facilitando aos membros a possibilidade de obter abertamente informações sobre as Forças Armadas e operações militares que possam afetá-los. O tratado conta atualmente com 34 participantes, incluindo a Rússia, que o ratificou em 26 de maio de 2001.

Publicado originalmente pela agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.