Rússia e Cuba fortalecem cooperação econômico-comercial

O ministro da Indústria e do Comércio da Rússia, Denis Mantúrov. Foto: TASS

O ministro da Indústria e do Comércio da Rússia, Denis Mantúrov. Foto: TASS

Mais de 160 empresários de ambos os países assinaram, em Havana, um plano de cooperação em áreas diversas, como agricultura e saúde. O acordo inicial terá validade por dois anos.

As partes chegaram a um acordo durante a 5a Sessão do Conselho Empresarial Rússia-Cuba nesta terça-feira (6). O encontro aconteceu no âmbito da 30a edição da Feira Internacional de Havana (Fihav-2012).

Estavam presentes no evento mais de 40 organizações e empresas russas, incluindo Rostekhnologui, Zarubejneft, Kamaz, Helicópteros da Rússia e o Instituto de Aviação de Moscou Bauman.

O plano de ação aprovado pelo Conselho Empresarial para o período entre 2013 e 2014 estipula o desenvolvimento da cooperação bilateral nas áreas de agricultura, energia, saúde, cultura, turismo e transporte.

O ministro da Indústria e do Comércio da Rússia, Denis Mantúrov, e o vice-presidente do Conselho de Ministros de Cuba, Ricardo Cabrisas Ruiz, já haviam estabelecido as diretrizes da cooperação bilateral até 2020 durante a 10a sessão da Comissão Intergovernamental Cuba-Rússia.

Segundo Cabrisas, o intercâmbio comercial entre os dois países, cujo valor chegou a US$ 224 milhões no ano passado, pode aumentar significativamente devido ao potencial existente.

O Conselho Empresarial Rússia-Cuba é presidido por Eduard Vaino e Rafael Ernesto Lage. A Rússia é o nono parceiro comercial mais importante de Cuba e estima-se que crescimento do intercâmbio comercial esteja na faixa dos 17%.

Publicado originalmente pela agência de notícias RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.