Clube Zenit permitirá jogador Hulk voltar ao Brasil para tratar de problemas familiares

Foto: Reuters

Foto: Reuters

Irmã do atacante brasileiro está desaparecida desde segunda-feira (5). Segundo imprensa brasileira, ela teria retornado para casa hoje.

O atacante Hulk, do Zenit, de São Petersburgo, e da seleção brasileira de futebol, apelou à direção do clube com um pedido para voltar ao Brasil para participar das busca da sua irmã, desaparecida na última segunda-feira (5) em Campina Grande (PB), cidade do jogador.

As informações são do veículo russo Vesti.

Segundo informações da imprensa brasileira, a irmã do jogador teria retornado para casa hoje, e a polícia informada do aparecimento.

O serviço de imprensa do Zenit declarou ao portal russo 100TV que o clube está pronto para ajudar o jogador brasileiro, mas uma lesão muscular na coxa pode impedi-lo de viajar. 

“O Hulk ficará afastado por duas semanas. Se não houver contraindicações médicas, o brasileiro pode voar para casa esta noite”. 

Em entrevista ao jornal Izvéstia, o porta-voz do clube, Evguêni Gussev, disse que os jogadores se solidarizaram com drama de Hulk.

“Hulk está em tratamento em após uma lesão. Ele não vai participar da partida de hoje, na Bélgica”, disse Gussev. “Logo que receber o pedido, o clube permitirá o atacante voltar ao Brasil. Apoiaremos Hulk nessa situação difícil”, completou o porta-voz.


Problemas familiares 


O comentarista esportivo Timur Ganeev disse à Gazeta Russa que a prática de liberar um jogador por problemas familiares é normal no mundo de futebol.

“Circunstâncias familiares sempre foram considerados como motivo válido para a ausência e para a volta à pátria”, explica Ganeev. “O brasileiro Alex, que jogou no Spartak de Moscou, voltou várias vezes para o Brasil quando sua esposa estava com problemas de saúde. Wagner Love, que jogou pelo CSKA, viajou para o Brasil por causa de problemas com saúde”, completou.

Hulk, 26, saiu de Campina Grande aos 18 anos, para jogar no Japão. Em 2008, foi contratado pelo Porto e, em setembro deste ano, fechou contrato com o Zenit. Sua do Porto para o Zenit custou cerca de US$ 60 milhões e foi a mais cara de 2012 na Europa. O atacante chegou a ser criticado por ganhar um salário significativamente mais alto do que os outros jogadores do clube.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.