Venezuela considera compra de aviões Yak-130

Foto:  Flickr / Adrian.

Foto: Flickr / Adrian.

Avião de treinamento militar Yak-130 e caça Su-35 foram apresentados na Venezuela a pilotos e especialistas técnicos pela estatal russa responsável por exportação equipamento de defesa Rosoboronexport.

Depois de apresentação do avião de treinamento russos Yak-130 na Venezuela, o major-general José Gregorio Pérez afirmou que a aeronave poderia substituir os obsoletos F5 norte-americanos comprados pelo país em 1972.

Projetado pela construtora Yákovlev, o avião é agora considerado como a melhor opção para renovação da frota.

“O Yak-130 é atualmente um dos melhores aviões de treinamento militar do mundo”, disse à Gazeta Russa o editor-adjunto da revista Vzliot, Vladímir Scherbakov.

A aeronave russa foi apresentada no salão de aviação britânico de Farnborough em meados deste ano como atração principal do estande russo. O avião realizou diversos voos de exibição para compradores potenciais.

“O Yak-130 permite preparar os pilotos para todos os tipos de aviões militares das últimas gerações: aviões de assalto, caças etc. Graças a seu equipamento instrumental único, ele pode ser usado para treinar os pilotos para voar em aviões estrangeiros, o que é uma vantagem importante”, diz Scherbakov.

“Na América Latina, o Yak-130 poderá ser usado para controlar os conflitos locais e em operações antiterroristas. É uma oportunidade muito boa para Venezuela", completa.

Em 2006, a Venezuela comprou 24 aviões militares russos Su-30. O país tornou-se o único da América do Sul a deter esse modelo de caças.

O presidente Hugo Chávez anunciou, em junho de 2012, ter intenção de adquirir caças Su-35.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.