Nova estação à deriva começa a funcionar no Polo Norte

Foto: Geophoto

Foto: Geophoto

A estação à deriva do Ártico “Polo Norte 40” iniciou suas operações na última segunda-feira (1) com a promessa de ser um elemento-chave na exploração científica dessa região do planeta.

A estação, simbolicamente chamada de “Rússia”, vai abrigar uma equipe de 16 pesquisadores durante o próximo inverno.

Infográfico:


“Os cientistas russos enfrentam uma variedade de desafios científicos excepcionais e reconhecem a importante missão do nosso país em altas latitudes”, disse Vladímir Sokolov, líder da expedição Ártico 2012, da qual a estação faz parte.

Em geral, a vida útil de uma estação de gelo flutuante, que permanece no Ártico durante todo o ano e é usada para diversas pesquisas científicas e oceanográficas, é de aproximadamente doze meses.

Originalmente publicado pela agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.