Tribunal de Moscou qualifica “Inocência dos Muçulmanos” como extremista

Foto: TASS

Foto: TASS

Nesta segunda-feira (1), o Tribunal Tverskoi, em Moscou, declarou que o filme “Inocência dos Muçulmanos” é radical, marcando mais uma ação na esteira de medidas legais contra o vídeo na Rússia.

O juiz ressaltou que qualquer pessoa insatisfeita com a decisão terá a oportunidade de entrar com um recurso quando o decreto for divulgado. A conclusão de hoje antecede o anúncio oficial da resolução na próxima sexta-feira (5).

Na semana passada, um tribunal em Grózni, capital da predominantemente islâmica república da Tchetchênia, também fez determinações contra a ampla distribuição do filme.

O tribunal tchetcheno deu ordem para restringir o acesso ao vídeo antes mesmo que uma decisão formal entre em vigor, segundo o Ministério da Imprensa regional.

As operadores de celular concordaram em cumprir as instruções do tribunal.

Originalmente publicado no site da agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.