Tribunal de Moscou qualifica “Inocência dos Muçulmanos” como extremista

Foto: TASS

Foto: TASS

Nesta segunda-feira (1), o Tribunal Tverskoi, em Moscou, declarou que o filme “Inocência dos Muçulmanos” é radical, marcando mais uma ação na esteira de medidas legais contra o vídeo na Rússia.

O juiz ressaltou que qualquer pessoa insatisfeita com a decisão terá a oportunidade de entrar com um recurso quando o decreto for divulgado. A conclusão de hoje antecede o anúncio oficial da resolução na próxima sexta-feira (5).

Na semana passada, um tribunal em Grózni, capital da predominantemente islâmica república da Tchetchênia, também fez determinações contra a ampla distribuição do filme.

O tribunal tchetcheno deu ordem para restringir o acesso ao vídeo antes mesmo que uma decisão formal entre em vigor, segundo o Ministério da Imprensa regional.

As operadores de celular concordaram em cumprir as instruções do tribunal.

Originalmente publicado no site da agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.