Polícia matou urso que invadiu casa em Kamtchatka

Foto: RIA-Nóvosti/Dmítri Tretiakov

Foto: RIA-Nóvosti/Dmítri Tretiakov

Segundo a assessoria de imprensa do departamento regional do Ministério do Interior, urso pardo não se intimidou com tiros para o alto disparados pelos policiais, que foram obrigados a matar o animal.

O delegado local e um oficial de trânsito chegaram ao lugar após receber o telefonema do morador dizendo que um urso havia invadido sua casa.

O animal atraído pelo cheiro de comida entrou na residência pela janela. Ao perceber a presença do urso, o morador trancou sua mulher e filhos no banheiro e ligou imediatamente à polícia.

Ao chegarem, os policiais deram dois tiros ao alto para afugentar o urso. Mas o animou não se intimidou e os policiais se viram obrigados a matá-lo. Nenhuma pessoa ficou ferida no incidente.

Segundo a Interfax, os agentes ficaram impressionados com o enorme tamanho do animal que aparentava ter de seis a oito anos de idade.

Um caso semelhante havia ocorrido em outra aldeia da península de Kamtchatka em agosto deste ano. Uma mulher se surpreendeu com um urso rondando sua casa e também informou a polícia, que atirou no animal enquanto ele tentava arrombar a porta.

Os ursos pardos de Kamtchatka, na região oriental da Rússia, pesam até 700 kg e medem cerca de três metros de altura.

Originalmente publicado pela agência Interfax

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.