Santos e Botafogo estão na disputa por Welliton

Foto: Sisoev / RIA Nóvosti

Foto: Sisoev / RIA Nóvosti

Atacante brasileiro do Spartak Moscou está prestes a voltar ao Brasil. Em meio a dificuldades profissionais, o jogador diz estar cansado de viver na Rússia.

O espanhol Unai Emery, novo treinador do Spartak Moscou, não reservou ao ex-atacante do Goiás uma vaga na equipe titular do time, dando preferência ao seu compatriota Ari e ao nigeriano Emmanuel Emenike.

“Uma vaga na equipe titular deve ser conquistada e não oferecida em reconhecimento dos méritos do passado”, critica o especialista Serguêi Dmítriev. Segundo ele, a transferência de Welliton vai beneficiar não só o clube russo, mas os torcedores e o próprio jogador.

Apesar do passe de Welliton girar em torno de nove milhões de euros, o Spartak está disposto a liberar o brasileiro por pouco mais da metade desse valor (cinco milhões de euros), segundo informações da imprensa russa.

“Ele é um atacante muito bom e tem boa velocidade, mas falta motivação”, dispara o comentarista russo Evguêni Lovchev.

“O Spartak deveria ter vendido seu passe quando os clubes ainda estavam dispostos a pagar um bom preço por sua transferência”, continua o especialista.

Ainda assim, o maior artilheiro da primeira divisão dos campeonatos russos de 2008/2009 e de 2009/2010 tem grandes chances de brilhar em seu retorno aos campos brasileiros. Tanto o Botafogo quanto o Santos já demonstraram interesse em contratar o atacante.

Empenhado em reforçar sua zona de ataque, a equipe carioca pretende assumir um contrato com Welliton a partir de janeiro do ano que vem. Os dirigentes santistas, por sua vez, estão há muito tempo buscando um atacante para substituir Neymar, cobiçado pelo Barcelona.

A próxima janela de transferências será aberta em janeiro de 2013. Portanto, Welliton pode ter a esperança de abandonar o Spartak antes que os meses mais severos do inverno russo comecem.

Welliton foi transferido do Goiás para o clube moscovita em 2007, por cinco milhões de euros. Em cinco anos na Rússia, o atacante brasileiro participou de 91 jogos em campeonatos nacionais e marcou 53 gols. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.