Inflação na Rússia atingiu 5%

Foto: PhotoXPress

Foto: PhotoXPress

A inflação russa baseada no índice de preços ao consumidor em 2012 já alcançou 5%, de acordo com nota do Serviço Federal de Estatísticas da Rússia (Rosstat na sigla em russo) lançada na última quarta-feira (19). Em setembro do ano passado o índice foi de 4,6%.

A inflação russa baseada no índice de preços ao consumidor em 2012 já alcançou 5%, de acordo com nota do Serviço Federal de Estatísticas da Rússia (Rosstat na sigla em russo) lançada na última quarta-feira (19).  Em setembro do ano passado o índice foi de 4,6%.

Além disso, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Econômico da Rússia a inflação em agosto passado bateu o recorde mínimo, de apenas 0,1%.

As principais razões para o aumento do nível de inflação no índice de preços ao consumidor em comparação com o ano 2011, foi a alta dos preços de produtos alimentícios.

Esse crescimento é causado pela deterioração da situação econômica em mercados mundiais de produtos alimentícios, devido às más colheitas das principais culturas agrícolas.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Econômico, em 2012 a inflação continuará a crescer, podendo alcançar 7% no final do ano. Em 2011 a inflação na Rússia foi mínima e não ultrapassou 6,1%.

De acordo com o analista da consultoria independente Investkafé, Anton Safonov, o nível do crescimento de preços ao consumidor no final de 2012 não alcançará os 7%.

"No cenário mais favorável, em que o aumento de preços semanal não excede 0,1%, a inflação anual alcançará 6,3. No entanto, é provável que no final de 2012 a alta nos preços se acelere, e a inflação atinja os  6,7%", diz Safonov.

No Brasil, a inflação também está subindo, em comparação com o ano 2011.

De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 5,20% nos últimos 12 meses - um crescimento superior aos 4,92% relativos ao período correspondente  anterior.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.