Cientistas não encontram vazamento de radiação no Ártico

Expedição russo-norueguesa inspecionou os locais de armazenamento de lixo atômico no mar de Kara. Foto: TASS

Expedição russo-norueguesa inspecionou os locais de armazenamento de lixo atômico no mar de Kara. Foto: TASS

Uma expedição russo-norueguesa inspecionou os locais de armazenamento de lixo atômico nas águas do mar de Kara, informou, em entrevista à agência Ria Nóvosti, o chefe da expedição Viatcheslav Cherchakov.

O estudo realizado nas águas do mar de Kara, ao norte da Sibéria, não identificou sinais de liberação de radioatividade.

“Hoje podemos dizer que a situação se mantém inalterada e não diferencia daquela verificada pelas expedições anteriores. A taxa de radiação está bem abaixo dos níveis aceitáveis", resumiu o chefe da expedição.

Essa é a segunda expedição conjunta desde 1994. Os dados obtidos ajudarão a monitorar o nível atual de radiação nos locais de armazenamento de lixo nuclear.

Originalmente publicado no site da agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.