Duma expulsa crítico do Kremlin

Membro do partido Rússia Justa Guennádi Gudkov. Foto: TASS

Membro do partido Rússia Justa Guennádi Gudkov. Foto: TASS

Em votação na última sexta-feira (14), a Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo) decidiu afastar o proeminente deputado da oposição Guennádi Gudkov por esconder ter administrado um negócio enquanto ocupava o cargo na assembleia. O acontecimento marcou a primeira vez que um deputado é expulso do órgão antes de ser condenado pelo suposto crime.

A votação apoiada pelo Rússia Unida removeu do parlamento um dos críticos mais expressivos e carismáticos do Kremlin. Gudkov, por sua vez, negou as acusações e garantiu estar sob ataque por apoiar os movimentos de protesto da oposição.

Em seu último pronunciamento antes da votação de sexta-feira, o membro do partido Rússia Justa advertiu que sua saída, a qual chamou de inconstitucional, iria precipitar uma crise no governo.

“Não estou falando sobre mim. Vocês acionaram um mecanismo que irá destruir o Estado, e todos nós seremos responsáveis por isso”, disse Gudkov.

O líder do Rússia Justa, Serguêi Mironov, também se referiu às ações contra Gudkov como uma “vingança inconstitucional”.

A medida recebeu 291 fotos a favor da expulsão e 150 contra. Quase todos os membros das bancadas do Rússia Unida e do Partido Liberal Democrata votaram pelo afastamento do deputado, enquanto os representantes do Rússia Unida e do Partido Comunista mostraram solidariedade a Gudkov. Apenas três deputados se abstiveram do voto.

Substituto

A vice-diretora do partido Rússia Justa, Oksana Dmitrieva, declarou nesta segunda-feira (17) que vai discutir a possibilidade de transferir a cadeira vaga na Duma para Oleg Chein

“Primeiro vamos esperar a decisão do Tribunal Constitucional russo sobre a perda do mandato de Gudkov. Se a medida for apoiada, vamos tentar repassar o mandato para Oleg Chein”, disse Dmítrieva.

Matéria combinada com informações do jornal The Moscow Times e da agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.