Cápsula espacial traz cosmonautas à Terra

Tripulação da 32º expedição à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), composta pelos russos Guennádi Padalka e Serguêi Revin e pelo norte-americano Joseph, aterrorizou nesta segunda-feira (17) nas estepes do Cazaquistão.

A 32ª tripulação da ISS aterrissou nas estepes do Cazaquistão. Fotos: federalspace.ru

 

“A tripulação está bem e de bom humor, e as condições meteorológicas no local de aterrissagem estavam favoráveis”, declarou o representante do Centro Russo de Controle de Voos Espaciais.

Os dois cosmonautas da agência russa Roscosmos e o astronauta da NASA retornaram à Terra a bordo da cápsula espacial Soyuz TMA-04M, após quatro meses na ISS.

Três aviões An-12 e An-26, 12 helicópteros Mi-8, seis veículos de emergência e mais de dez veículos de apoio deram suporte ao processo de aterrisagem do módulo.

Durante a missão, os tripulantes da 32ª expedição ficaram responsáveis pela atracação e desatracação das naves de carga russas Progress e japonesa HTV 3 Kounotori e pela nave espacial tripulada Soyuz TMA-05M.

Eles também realizaram mais de 40 experimentos científicos.

Além disso, Padalka e Revin realizaram uma caminhada espacial para executar trabalhos em espaço aberto.

Outros três astronautas estão atualmente a bordo da ISS: o russo Iúri Maletchenko, o japonês Akihiko Hoshide e o norte-americano Sunita Williams, que ocupou o ex-lugar de Padalka.

A nova expedição à estação espacial, composta pelos russos Oleg Novítski e Evguêni Tarelkin e pelo americano Kevin Ford, será iniciada em outubro.

Originalmente publicado pela agência RIA Nóvosti

/p

/p

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.