Idoso borra ícone da maior igreja de Moscou

Após ser detido, visitante declarou que queria protestar contra a posição da Igreja no caso Pussy Riot.

Um visitante de São Petersburgo derramou tinta em um dos ícones da Catedral de Cristo Salvador, em Moscou.

Após ser detido, o homem afirmou que se tratava de um protesto contra a Igreja Ortodoxa Russa e sua posição no processo criminal contra as Pussy Riot.

A polícia já conseguiu estabelecer a identidade do delinquente. Iúri Piotrovski, 62, é nativo de São Petersburgo, mas atualmente reside na Alemanha, onde está registrado em um hospital psiquiátrico.

 Originalmente publicado no site Voz da Rússia


Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies