Policiais apreendem 180 kg de heroína no Afeganistão

Foto: Reuters/Vostock Photo

Foto: Reuters/Vostock Photo

Policiais russos, norte-americanos e afegãos apreenderam 180 quilos de heroína durante uma operação conjunta no norte do Afeganistão na última quarta-feira (12). A informação foi divulgada em um comunicado oficial da agência de narcóticos russa FSKN.

“Uma operação conduzida pela província de Badakhshan apreendeu 180 quilos de heroína, 1.500 kg de morfina, 1.200 kg de ópio, 2 mil kg de sementes de papoula e 700 kg de precursores químicos, além de destruir seis laboratórios de fabricação de drogas”, relata o documento.

Para evitar o contrabando de heroína afegã, que chega ao país através das ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central, a Rússia vem cooperando com a Otan no combate ao tráfico de drogas no Afeganistão há anos, bem como realizando de buscas em laboratórios de drogas e treinando funcionários.

As autoridades russas mostram grande preocupação com a constante ameaça de terrorismo e tráfico de drogas com origem no Afeganistão, especialmente depois que as tropas de combate internacionais deixarem o país em 2014.

De acordo com o Serviço Federal Controle de Drogas da Rússia, a produção de heroína em território afegão aumentou quarenta vezes ao longo da última década, e as plantações de semente de papoula (usadas na fabricação de ópio) cobrem atualmente 1300 mil hectares do país. O mercado de drogas é a maior fonte de rendas dos senhoras da guerra do Talibã, gerando centenas de milhões de dólares todos os anos.

Setenta toneladas de heroína foram consumidas na Rússia em 2010, segundo Relatório Mundial sobre Drogas da ONU.

Originalmente publicado no site da agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.