Seguranças de Pútin fazem aulas de esqui

Pútin (à dir.) e Medvedev (à esq.) esquiam juntos. Foto: AP

Pútin (à dir.) e Medvedev (à esq.) esquiam juntos. Foto: AP

Funcionários do Serviço de Guarda Federal, órgão responsável pela proteção das autoridades de Estado, vão receber treinamento de esqui para poderem vigiar o presidente Vladímir Pútin, o primeiro-ministro Dmítri Medvedev e outros funcionários de alto escalão enquanto eles estiverem deslizando sobre as pistas.

Quinze funcionários serão enviados para um curso de esqui com 148 horas de duração, informou ao jornal Izvéstia um funcionário não identificado do Serviço de Guarda Federal. O servidor não revelou mais detalhes sobre o treinamento.

Pútin e Medvedev já esquiaram juntos em várias ocasiões na cidade de Sôtchi, onde serão realizados os Jogos Olímpicos de Inverno 2014.

Em uma viagem após as eleições presidenciais de março, eles se juntaram ao ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, com quem inspecionaram as pistas de esqui que serão usadas nas Olimpíadas.

Enquanto isso, os membros das forças armadas estão atualmente passando por um tipo de diferente de treinamento de montanha nos Alpes italianos.

Tropas de reconhecimento de uma unidade de montanha das Forças Terrestres viajaram para Itália para realizar exercícios militares com o regimento de paraquedistas italianos, contou à agência Interfax o tenente-coronel das Forças Terrestres, Nikolai Doniuchkin.

Cerca de cem militares estão participando das manobras que tiveram início na última segunda-feira (10) em São Cândido, no norte da Itália. O treinamento continuará até o dia 21 de setembro.

Exercícios similares também foram conduzidos pelas unidades militares russas e italianas em 2011 no Cáucaso do Norte, de acordo com a agência de notícias.

Originalmente publicado pelo The Moscow Times

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.