Internet militar entra em testes

Ilustração: PhoXpress

Ilustração: PhoXpress

Primeiros testes já foram realizados para ligar computadores militares de Kaliningrado a Níjni-Nóvgorod e de Severomorsk a Voronej.

A Rússia acaba de testar uma rede militar de computadores ligando unidades entre os territórios de Kaliningrado e Níjni-Nóvgorod, e entre Severomorsk e Voronej.

Os testes ocorreram durante os exercícios militares da Região Militar do Oeste. O anúncio foi feito pelo assessor de imprensa do Comando da Região Militar do Oeste, coronel Andrêi Bobrun.

"A partir de agora, os oficiais da Região Militar do Oeste têm, além dos canais de comunicação clássicos, redes de comunicação eletrônicas especiais que permitem coordenar as ações das tropas em tempo real e enviar em tempo real documentos de texto, arquivos de imagem e vídeo de qualquer tamanho", disse o coronel.

Além disso, a rede militar dispõe de comunicação por vídeo entre os oficiais baseados em diferentes locais da Região Militar do Oeste, assim como com  comandantes navais em missão no mar, explica Bobrun.

A "internet militar" desenvolvida pela Rússia tem alto grau de proteção contra  invasões externas e permite trocas seguras de informações.

A eficiência do sistema foi verificada durante os exercícios militares que realizaram ataques eletrônicos e interferências nas redes de comando.

Os testes também incluíram  aeronaves de reconhecimento em busca dos postos de comunicação e de comando, disse o porta-voz do Comando da Região Militar do Oeste.

Reportagem combinada (jornal Voenno-Promichlenni Kurier e agências de notícias ARMS-Tass e Interfax-AVN).

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.