Medvedev: “Subinvestimento se deve à imagem externa”

Foto: Kremlin.ru

Foto: Kremlin.ru

Uma das questões centrais do trabalho da agência de ajuda humanitária internacional da Rússia, Rossotrudnitchestvo, deve ser a melhoria da imagem do país, disse o primeiro-ministro Dmítri Medvedev durante reunião governamental na última segunda-feira (3). Segundo ele, reputação negativa do país afasta investimentos estrangeiros.

“É necessário refletir sobre a imagem da Rússia. Devemos avaliar a situação e descobrir onde estão nossas deficiências”, declarou Medvedev na reunião com representantes da Agência Federal para Cooperação com os Estados Independentes, Compatriotas que Vivem no Exterior e Ajuda Humanitária Internacional (Rossotrudnitchestvo).

Medvedev acrescentou que a Rússia tem grande potencial de investimento, embora não seja reconhecida como tal. “A entrada de investimento estrangeiro não corresponde a esse potencial e as razões para o subinvestimento estão associadas com a imagem negativa do país”, disse.

“Essas questões não devem ser simplificadas. Elas existem e, portanto, devemos admitir que parcela da culpa é nossa.”

O premiê russo disse ainda que o país deve aumentar a competitividade no mercado educacional. “É preciso estabelecer uma meta de que, pelo menos, cinco universidades russas figurem no ranking das cem melhores universidades domundo até 2020”, completou.

Durante o discurso, Medvedev afirmou também que a Rússia deve atrair especialistas qualificados do exterior.

Originalmente publicado no site da RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.