Pavilhão russo vence prêmio na Bienal de Arquitetura de Veneza

Foto: TASS

Foto: TASS

Pela primeira vez na história da Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza, o prêmio do júri é dado ao pavilhão da Rússia, informou a assessoria de imprensa da Fundação Skôlkovo nesta quarta-feira (29)

A Rússia está sendo representada por uma equipe do centro de inovação Skôlkovo (versão russa do Vale do Silício californiano) na Bienal de Arquitetura, realizada desde 1980.

Os dois andares do pavilhão russo dividem o espaço da exposição. O primeiro andar exibe a história das cidades fechadas da época soviética, enquanto o segundo apresenta o centro Skôlkovo e suas inovações.

“Estamos orgulhosos e felizes com o trabalho realizado. Aguardamos ansiosamente outras participações bem-sucedidas em competições de arquitetura deste nível”, declarou o presidente da fundação, Víktor Vekselberg.

A exposição, que foi inaugurada ontem (29) e será realizada até 25 de novembro, apresenta, neste ano, o tema “Terreno comum”.

Apesar da comemorada vitória, um grupo de ativistas ocupou o pavilhão para protestar contra o presidente russo Vladímir Pútin e defender o grupo punk Pussy Riot.

Originalmente publicado no site da agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.