Xeque daguestanês morre em ataque terrorista

Said Afandi Foto: Divulgação

Said Afandi Foto: Divulgação

Mulher-bomba finge ser fiel para se aproximar de líder espiritual dos muçulmanos da República do Daguestão.

O líder espiritual Said Afandi e outras cinco pessoas morreram em uma explosão provocada por uma mulher-bomba na aldeia daguestanesa de Tchirkei, informou o porta-voz do Comitê de Investigação regional nesta terça-feira (28).

“Cinco seguidores morreram na explosão. Confirmamos que o xeque também faleceu”, disse o porta-voz.

A terrorista estava disfarçada de fiel, declarou a polícia local. “De acordo com as informações preliminares, a mulher se aproximou do xeque e acionou o dispositivo explosivo preso em seu cinto”, segundo comunicado da assessoria de imprensa da polícia.

Originalmente publicado no site da agência RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies