Ministério da Defesa anuncia nova empreitada espacial

Foto: federalspace.ru

Foto: federalspace.ru

Rússia começará testes com o novo foguete lançador Soyuz na segunda metade do ano.

O primeiro lançamento de teste do foguete lançador de pequeno porte Soyuz-2.1v será realizado partir da base de lançamentos Plesetsk em outubro deste ano, segundo comunicado da assessoria de imprensa do Ministério da Defesa russo.

“Um sistema de rastreamento do foguete lançador Soyuz-2.1v está atualmente sendo testado em regime autônomo na base de Plesetsk”, diz o comunicado.

O foguete de dois estágios Soyuz-2.1v será capaz de colocar veículos espaciais com um peso de até 2.800 kg em órbita circular baixa. Quando equipado com o estágio superior Volga, poderá colocar veículos espaciais com um peso de até 1400 kg em órbitas héliossíncronas [o objeto viaja do polo Norte ao Sul e vice-versa, mas o seu plano de órbita é sempre fixo em relação ao Sol].

“De acordo com o cronograma de preparação tecnológica do foguete lançador Soyuz-2.1v,  os especialistas da Plesetsk, em cooperação com seus colegas do centro de pesquisa e desenvolvimento Progress, submeteram a unidade de propulsão do foguete a um teste de pressurização”, continua.

Uma fonte do centro Progress declarou que o foguete Soyuz-2.1v é destinado a lançar veículos espaciais de pequeno porte a partir das rampas de lançamento do foguete lançador Soyuz-2 e foi desenvolvido a partir do foguete Soyuz-2.1b, do qual foram extraídos os blocos laterais. No bloco central foi instalado o motor NK-33 e o motor de controle RD0110R.

O representante do setor de defesa aeroespacial, coronel Aleksêi Zolotúkhin, afirmou que o programa de testes de voo prevê cinco lançamentos e será concluído em 2014.

O protótipo do foguete lançador chegou à base de Plesetsk no dia 9 de agosto, mesma data em que foi entregue o estágio superior Volga desenvolvido no centro Progress.

Versão integral disponível no site do jornal Rossiskaia Gazeta

http://www.rg.ru/2012/08/17/kosmos-site-anons.html

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.