“Levantei com o pé direito”

“Tenho vergonha de dançar depois do gol”, disse Rômulo. Foto: TASS

“Tenho vergonha de dançar depois do gol”, disse Rômulo. Foto: TASS

Brasileiro Rômulo Monteiro marca seu primeiro gol como volante do Spartak de Moscou. Depois da partida contra o Rubin, ex-Vasco deu uma entrevista exclusiva ao correspondente do veículo russo “Sovietski Sport”.

Soviestki Sport: Além da vitória na estreia, você marcou seu primeiro gol pelo Spartak. O que achou do jogo?

Rômulo Monteiro: Foi simplesmente fantástico! Foi muito bom marcar o gol nesse jogo difícil para o Spartak. Eu sei que o Rubin é um dos times mais fortes da Rússia. Minha carreira no Spartak começou bem. Na expressão popular, a gente diz que a pessoa levantou com o pé esquerdo. No meu caso, foi o contrário (risos).

SS: O que marcou esse primeiro jogo na Rússia?

RM: A torcida. Os torcedores do Spartak não ficam calados nem um minuto. Quando perdemos o gol, foi justamente o apoio dos fãs que nos ajudou a reunir forças para atacar de novo. Graças a eles, conseguimos conquistar a vitória. Com essa torcida, é impossível jogar mal.

SS: Por que você não dançou depois de marcar o gol como os demais brasileiros? 


RM: Pois sou diferente, um pouco envergonhado.

SS: Além de você, há outros três brasileiros na equipe principal. Podemos dizer que foram vocês que conseguiram esse resultado?

RM: A vitória é mérito da equipe toda. Mas é bom ver que o Spartak confia nos meus conterrâneos. E, na minha opinião, eles fazem por merecer essa confiança.

Versão integral em russo no site do Sovietski Sport

http://www.sovsport.ru/gazeta/article-item/546526

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.