Famoso Mi-8 completa 50 anos de criação

Dois helicópteros suspensos no ar perto da aldeia de Tomílino, nos arredores de Moscou, começam a executar figuras de acrobacia aérea para a surpresa das pessoas presentes no Salão de Aeronáutica e Espaço. O motivo da apresentação era mais que justificável: o conhecido helicóptero russo Mi-8 comemorava o 50º aniversário de sua criação.

Fotos: Divulgação

Em agosto de 1962, o primeiro protótipo do Mi-8 concebido sob a direção do engenheiro aeronáutico Mikhail Mil levantou voo e desde então continua em operação.

Em décadas de atuação, os Mi-8 demonstraram ao mundo inteiro sua confiabilidade, especialmente durante a guerra no Afeganistão, onde executaram as mais diversas missões, desde o transporte de tropas para regiões montanhosas até operações de busca, resgate e patrulhamento.

Em 50 anos, 13 mil helicópteros Mi-8 foram construídos nas fábricas de Kazan e Ulan-Ude

Mais de 100 países operam helicópteros da família Mi-8/Mi-17

Mesmo os países da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) dão devido valor à alta qualidade dos helicópteros russos da família Mi-8/Mi-17. Prova disso é o contrato assinado em 2011 pelo Congresso dos EUA para a compra de um lote de 21 (e, mais tarde, de outros 12) novos helicópteros militares de carga Mi-17B5, enviados posteriormente ao exército afegão.

“Os especialistas norte-americanos salientaram diversas vezes que não existe um outro helicóptero no mundo que sirva melhor para os trabalhos que eles executam no Afeganistão”, afirmou o diretor-geral da S/A Kazanski Vertoletni Zavod (fábrica de helicópteros de Kazan), Vadim Ligai, durante a assinatura do contrato.

Vida longa

“Capaz de realizar desde transporte de cargas a operações de resgate, esse helicóptero é simples, fácil de dirigir e extremamente eficaz em regiões florestais e desertas, sob quaisquer condições meteorológicas, altitudes e latitudes”, diz o piloto de provas Serguêi Maslov, que combateu em helicópteros Mi-8 no Afeganistão em meados da década de 80.

Apesar de os elementos básicos do helicóptero terem sido mantidos, o atual Mi-8 é muito diferente daquele que levantou voo em 2 de agosto de 1962. A versão mais moderna da família Mi-8/Mi17, o Mi-171A2, foi exposta ao público em um maquete no dia do 50º aniversário da aeronave.

O novo modelo possui um rotor de cauda em forma de X, como os Mi-35, as pás do rotor principal feitas de materiais compostos, o que aumenta 4,5 vezes sua vida útil, uma transmissão nova e um motor modificado, assim como uma maior capacidade de carga e uma velocidade de cruzeiro 10% superior.

Ao todo, o Mi-171A2 apresenta mais de 80 inovações. Em 2014, o helicóptero deverá concluir os testes de certificação. Em seguida, os fabricantes prometem iniciar uma produção em série.

Segundo o diretor executivo da fábrica de helicópteros de Moscou Mikhail Mil, Mikhail Korotkévitch, os helicópteros Mi “estará em demanda no mercado mundial durante muitos anos”.

A concretização dos planos de construção da versão moderna Mi-171A2, bem como a modernização dos helicópteros Mi-8/17 permite ter a certeza, segundo especialistas, de que o Mi-8 continuará em operação por mais, no mínimo, 20 a 30 anos.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.