A vida vai além de uma bacia de cerejas

Foto: Lori / Legion Media

Foto: Lori / Legion Media

O verão russo é colorido pelo vermelho das cerejas. Embora deliciosas, as cerejas ficam ainda mais gostosas como acompanhamento de sirniki, uma espécie de panqueca de queijo russa. Aprenda a prepará-las com a Gazeta Russa.

Dê um passeio por Moscou durante o verão e você provavelmente voltará para casa com um quilo de cerejas. Elas parecem estar por toda parte, empilhadas nas bancas de mercado ou pelas ruas, com seu vermelho rubi brilhando ao sol. Basicamente impossível de resistir!

É também aquela época do ano em que encontro sementes e cabinhos de cereja por toda a casa: entre as almofadas do sofá, debaixo da cama da minha filha e entupindo o ralo da pia. Nunca me preocupo com o que servir de sobremesa no verão. Afinal, uma tigela de cerejas frescas e lavadas sobre a mesa é o suficiente.

Neste ano, contudo, resolvi me dar de presente um daqueles utensílios domésticos que possuem uma única função: separar cerejas. Esse pequeno e útil instrumento facilita o trabalho na hora de lidar com essa pequena fruta. Em uma questão de instantes, é possível extrair o caroço – e se você o fizer sobre uma tigela, ainda pode capturar um delicioso suco.

É uma adição maravilhosa ao meu crescente arsenal de cozinha, que faz uma aparição sazonal e, em seguida, vai para o armário por mais dez meses. Mas para justificar essa compra, estabeleci o desafio culinário de testar algumas receitas à base de cereja.

Vasculhei livros de receitas de várias regiões diferentes para ter algumas ideias. Os resultados foram uma mistura de tudo.

Primeiro, coloquei algumas cerejas em conhaque e saberemos como elas estarão em algum momento de novembro. Também fiz uma sopa fria com a fruta, que de tão ruim foi parar com os caroços no lixo.

A terceira tentativa foi uma infusão de vodca com cerejas frescas que estava saborosíssima e, por último, uma clássica torta de cerejas americana, igualmente fantástica.

No entanto, sobrou uma grande quantidade de recheio da torta e não queria desperdiçá-la. Fiquei parada em frente à geladeira, até que a inspiração veio de uns sirniki – ideal para um café-da-manhã prolongado de domingo e um contraponto cremoso e perfeito para a cobertura de cereja.

Os sirniki, da palavra russa “sir”, isto é, queijo, são um tipo de panqueca feita com um queijo cremoso russo chamado “tvorog”. Um pouco mais sólido do que um cheesecake, o sirniki é uma deliciosa mistura de ambos e um item indispensável no cardápio do café-da-manhã russo.

A primeira vez que me deliciei com eles foi como guia turística na Rússia durante os anos 1990, mais precisamente na cidade de Suzdal – de onde vinham da cozinha crocantes e quentinhos com opção de mel ou conserva de frutas como cobertura.

Bom, vamos lá! Se você não conseguir encontrar o verdadeiro tvorog russo, não tem problema; substitua-o por ricota, que possui uma textura semelhante. 

Sirniki

Ingredientes:

500 gramas de tvorog (que pode ser substituído por ricota)

1 ovo e 1 gema de ovo, batidos até ficar homogêneo

60 mg (1/4 xícara) de farinha dividida em duas partes iguais

30 mg (2 colheres de sopa) de açúcar refinado

1 colher de sopa de noz-moscada

½ colher de sopa de sal

30 mg (2 colheres de sopa) de açúcar de confeiteiro

60 ml (1/4 xícara) de óleo de canola ou vegetal para fritar

Modo de preparo:

1. Pré-aqueça o forno a 180°C.

2. Coloque o tvorog, a mistura de ovo e gema, a noz-moscada, o açúcar refinado, o sal e metade da farinha em uma tigela grande, e use uma espátula ou as costas de uma colher de pau para misturar todos os ingredientes, até formar uma mistura homogênea. A massa não pode conter pedacinhos dos ingredientes e deve ficar ligeiramente elástica.

3. Espalhe o restante da farinha sobre uma superfície seca. Coloque uma folha de papel manteiga sobre a assadeira.

4. Abra a massa e separe-a em porções do tamanho de bolas de golfe.

5. Em seguida, achate cada uma delas em pequenos discos com aproximadamente meio centímetro de altura. Pressione levemente cada lado do disco na farinha e, em seguida, coloque-os na assadeira.

6. Esquente o óleo em uma panela antiaderente sobre fogo médio. Frite os discos por três minutos de cada lado, até que fiquem dourados e crocantes.

7. Coloque-os de volta à assadeira e ponha as panquecas fritas no forno pré-aquecido por cinco minutos.

8. Por fim, os sirniki devem ser posicionados em uma travessa aquecida. Para dar um toque final, polvilhe-os com açúcar de confeiteiro.

Sirva com a cobertura de sua escolha!

Cobertura de cereja

Ingredientes:

500 gramas de cerejas maduras

2 colheres de sopa de suco de limão fresco

¼ colher de sopa de cravo em pó

30 mg (2 colheres de sopa) de amido de milho

125 mg (1 xícara) de açúcar

30 ml (2 colheres de sopa) de kirsch/licor de cereja (opcional)

Modo de preparo:

1. Divida as cerejas e o suco em duas partes iguais.

2. Usando um espremedor de batata ou as costas de uma colher de pau, esmague metade das cerejas com todo o açúcar. 

3. Coloque a mistura e o amido de milho em uma panela funda sobre fogo médio e deixe até que comece a ferver.

4. Reduza a temperatura; adicione o cravo e o suco de limão. Cozinhe em fogo brando, mexendo com frequência por aproximadamente 8 minutos.

5. Tire a panela do fogo e misture o creme às cerejas inteiras e ao kirsch. Deixe esfriar por completo.

6. Conserve em um recipiente hermético por até 3 dias ou use imediatamente como cobertura ou recheio de tortas.

Priatnogo Appetita!

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.