Isenção de visto para Moscou?

Autores da iniciativa alegam que medida iria adicionar US$ 3,75 bi aos cofres públicos. Foto: PhotoXpress

Autores da iniciativa alegam que medida iria adicionar US$ 3,75 bi aos cofres públicos. Foto: PhotoXpress

Autoridades russas estão examinando a possibilidade de tornar Moscou uma zona isenta de visto. Os especialistas concordam que tal regime poderia estimular os negócios em Moscou, mas é pouco provável que o Serviço de Imigração Federal dê sinal verde.

O chefe do departamento para relações internacionais e economia estrangeira de Moscou, Serguêi Tcheremin, anunciou o plano que iria permitir estrangeiros a permanecer na capital russa por até três dias sem um visto de entrada no país.

Vadim Zelenski, presidente da Associação das Agências de Turismo, considerou a iniciativa como “positiva”.

“O regime de visto atrasa o desenvolvimento do turismo. Se essa iniciativa estiver de acordo com a legislação e as práticas jurídicas, é uma ideia brilhante e uma excelente jogada de relações públicas”, afirma Zelenski.

Segundo ele, muitos tomarão conhecimento disso e, se Moscou conseguiu tirar o máximo de proveito da ideia, pode se tornar uma campanha de promoção para a cidade como um lugar que acolhe todo tipo de turista. “Os visitantes naturalmente trazem dinheiro e a cidade se beneficiará com as receitas”, acrescenta.

O especialista em política Dmítri Orechkin argumenta, contudo, que a ideia seria de difícil implementação.

“É muito importante como um sinal de que as autoridades estão cientes de que os procedimentos para obtenção de visto impendem a expansão econômica. Moscou está dando apenas meio passo, mas eu não creio que tal iniciativa irá para frente”, afirma Orechin.

O especialista acredita que o Serviço de Imigração Federal não irá permitir isso, uma vez que o órgão deseja ter as coisas cada vez mais sob seu controle.

“Precisamos anular os vistos se quisermos estimular os negócios. Se quisermos manter nossa exclusividade e esse pavor de influência estrangeira, então devemos construir uma cortina de ferro, por sinal ainda aplicada pelos nossos serviços especiais por força do hábito”, completa Orechkin.

O Ministério das Relações Exteriores já declarou que um regime de isenção de vistos para Moscou poderia afetar as negociações sobre projetos semelhantes da Rússia com outros países.

Cabe lembrar que pelos termos do Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Federação Russa para a Isenção de Vistos de Curta Duração, brasileiros já não precisam requerer visto de turista se o prazo de sua permanência no país não for ultrapassar 90 dias.

Originalmente publicado no veículo Kommersant FM.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.