Brics entram na bolsa russa

Ilustração: Niyaz Karim

Ilustração: Niyaz Karim

Diretor-geral de mercados derivativos da MICEX-RTS, Evguêni Serdiukov, revela que as companhias de investimentos já assinaram seus primeiros 15 acordos.

Na última quarta-feira (6) a bolsa conjunta russa MICEX-RTS começou a vender os contratos de futuro para índices dos países do Brics no mercado de derivativos. 


São o índice brasileiro Ibovespa, o índice da Índia Sensex, o índice de Hong Kong Hang Seng e o índice Sul Africano FTSE / JSE Top40.

 “Atualmente existem dois 'market makers' para esses instrumentos. Estamos negociando com outras empresas que podem se tornar novas corretoras de valores”, disse Serdiukov. 

Segundo Serdiukov, os especialistas distinguiram uma série de caraterísticas dos índice dos países do Brics que ajudarão aos participantes a elaborar suas estratégias de mercado. 

A cooperação das bolsas do Brics deve abrir acesso a instrumentos derivativos dos principais índices de ações de todos os mercados, o que permitirá aos investidores entrar nas bolsas dos países em desenvolvimento.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.