Preço da vodca sofrerá aumento

Foto: TASS

Foto: TASS

A partir do mês que vem, garrafa de meio litro da bebida vai custar, pelo menos, 27% a mais na Rússia.

A partir de 1° de julho, o preço mínimo de uma garrafa de meio-litro de vodca será 125 rublos (R$ 7,7), cerca de 27% superior a seu valor atual. Segundo o porta-voz do órgão responsável, o aumento de preço é considerado uma medida conservadora.

“Queríamos subir o preço mínimo até 140 rublos (R$ 8,7), mas decidimos levar em conta todos os atores do mercado, incluindo aqueles vendedores que trabalham regionalmente, cujos produtos não têm grande distribuição”, completa. 

Em 2009, o então premiê e atual presidente Vladímir Pútin declarou que, embora as receitas geradas por mercadorias do mercado negro alimentassem a corrupção e o crime no país, esses não eram os maiores problemas em torno da questão. “O principal impacto do álcool fajuto é na saúde dos cidadãos”, afirmou. 

De acordo com o diretor do Centro de Pesquisas de Mercados de Álcool da Rússia, Vadim Drôbiz, apenas 10% da vodca legal do país serão vendidos por esse preço. Os outros 90% serão comercializados por, no mínimo, 140 rublos (R$ 8,7).

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.