Dente-de-leão russo vai virar pneu

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Variedade russa de dente-de-leão pode passer a ser usada para produção de pneus. Bridgestone planeja experimentos adicionais com a espécie Taraxacum kok-saghyz em meados deste ano.

Depois de realizar uma pesquisa científica para descobrir novas plantas que possam ser usadas na produção industrial de borracha para pneus, o departamento norte-americano da Bridgestone anunciou que o dente-de-leão russo (nome científico Taraxacum kok-saghyz) foi a melhor opção encontrada por seus pesquisadores. 

“Conhecemos mais de 1,2 mil espécies de plantas que teoricamente poderiam ser usadas na produção de látex, mas precisávamos de uma que pudesse produzir borracha de alta qualidade e em grandes quantidades para satisfazer as necessidades do mercado de pneus atual", declarou o chefe do centro de pesquisa da Bridgestone, Hiroshi Mowry.

De acordo com Mowry, o dente-de-leão é a melhor opção vegetal para esses fins, sobretudo a variante russa, que tem a maior quantidade da substância necessária para a produção.  Em meados deste ano, a Bridgestone deve realizar experimentos adicionais com o dente-de-leão russo. O departamento da empresa nos EUA também pesquisa a possibilidade de obter látex a partir do guaiúle, um arbusto encontrado no México. 

Atualmente, a maior parte da borracha no mundo é produzida a partir de plantas do gênero Hevea.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.