Helicópteros entram na agenda política

Ka-62 Foto: kamov.ru

Ka-62 Foto: kamov.ru

Além de exibir novo Kamov, Mostra Internacional de Helicópteros em Moscou contou com participação de governantes russos

Encerrada neste sábado, 19, a 5ª edição da Mostra Internacional de Helicópteros em Moscou contou com a participação de mais de 200 empresas de 18 países, comparado aos 150 expositores de 16 países no ano passado.

Além do expressivo aumento do número de expositores estrangeiros, a abertura do evento pelo vice-premiê interino, Dmítri Rogózin, sinaliza que o governo russo considera a indústria de helicópteros uma de suas principais prioridades econômicas.

Representando o sucesso da mostra, a empresa Russian Helicopters apresentou um novo helicóptero multipropósito de médio porte, o Ka-62.

“Ele reúne as principais características tradicionais dos helicópteros russos, é confiável e fácil de operar, ecologicamente correto e muito econômico”, disse, em entrevista coletiva, o diretor-geral da Russian Helicopters, Dmítri Petrov.

O novo Kamov utiliza tecnologias e materiais modernos e pode ser utilizado para o transporte de cargas, assistência médica de emergência, trabalhos no ar, operações de vigilância, patrulha e resgate, assim como para atender às demandas de exploração de petróleo e gás em alto mar.

No stand da Russian Helicopters os visitantes tiveram a possibilidade de conhecer diversos modelos de helicóptero, tais como o Mi-8/17, Ka-32A11BC, Ansat, Ka-226T e o “caçador noturno” Mi-28N, tirando o militar Mi-8/17, comprado pelo Ministério da Defesa russo e exportado para outros países pela empresa Rosoboronexport.

O seu voo inaugural está previsto para agosto de 2013 no Salão Internacional de Aeronáutica e Espaço, na Rússia, mas as primeiras entregas começarão apenas em 2015, período em que espera ser certificado junto à Agência Europeia para a Segurança da Aviação.

Segundo Petrov, há expectativa de que a aeronave seja encomendada não só Rússia como no exterior. “O segmento do mercado de helicópteros terá um crescimento impetuoso nos próximos anos”, arrebatou. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.