'Russos' faturam um terço de toda a receita adquirida por hackers em 2011

Foto: PhotoXpress

Foto: PhotoXpress

Segundo relatório da empresa Grupo-IB, os hackers da facção “Russos” faturaram 4,5 bi de dólares, quase o dobro do ano anterior.

De acordo com o relatório da empresa russa Grupo-IB, o grupo de hackers intitulado “Russos” faturou 4,5 bilhões de dólares em 2011, o equivalente a um terço de todo o mercado de criminalidade digital no mesmo período.

Os autores do relatório entendem que esse grupo é composto por cidadãos da Rússia, CEI (Comunidade dos Estados Independentes) e Estados bálticos, bem como provenientes de outros países pertencentes à ex-União Soviética.

Os 4,5 bilhões citados se referem às ações do grupo de hackers no mundo inteiro. Só na Rússia as receitas dos estelionatários cibernéticos atingiram a marca de 2,3 bilhões de dólares, praticamente o dobro de 2010.

Em 2010, o grupo de hackers “Russos” havia ganhado 2,5 bilhões de dólares.

Em todo o mercado russo, os crimes na internet estão passando por um período de transição do quantitativo para o qualitativo. Segundo a empresa, isso está promovendo mudanças no modelo caótico de progresso do crime cibernético. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.