12 invenções que mudaram o mundo

Foto: PhotoXpress

Foto: PhotoXpress

Os inventores russos deram uma enorme contribuição para o desenvolvimento da ciência e tecnologia. O admirável legado inclui, entre outras coisas, aviões, automóveis, computadores e televisores. Confira abaixo as 12 mais importantes invenções de autoria russa.

Lagarta mecânica

Em 1837, o oficial do exército Dmítri Zagriájski elaborou e patenteou o projeto da lagarta mecânica. No entanto, a ideia não interessou a indústria e a patente acabou sendo anulada dois anos mais tarde. Foi só em 1877 que o inventor autodidata Fiódor Blinov reformulou o projeto de Zagriájski construindo um vagão de lagartas. Essa releitura do projeto original deu luz verde à produção de tratores e, mais tarde, de tanques de combate com lagarta.

 

Foto: TASS

Carro elétrico

A construção de uma locomotiva à tração elétrica preparou o terreno para uma verdadeira reviravolta no setor dos transportes, acelerando o desenvolvimento das cidades e centros industriais. Tudo começou entre 1874 e 1876, depois que Fiódor Pirotski realizou diversas experiências de transmissão de corrente elétrica para um motor elétrico colocado a um quilômetro da fonte de energia. Pirotski usou dois trilhos para conduzir a corrente elétrica em sentidos opostos. Como resultado, o motor entrou em ação. Alguns anos mais tarde, ele usou a tração elétrica na ferrovia de Sestroretsk (no nordeste da Rússia) para transportar um vagão com 40 passageiros. A primeira linha de bonde elétrico com base no projeto do inventor russo foi inaugurada em 1881 nos arredores de Berlim.

 Foto: TASS

Vídeo

Aprendiz do fundador da aviação russa Nikolai Jukovski, o engenheiro Aleksandr Poniátov trabalhou nos anos 1950 em uma empresa americana por ele fundada, Ampex, onde conseguiu resolver o problema de gravação de um sinal de vídeo. Durante meio século, essa empresa manteve a liderança mundial na produção de gravações de vídeo, pois os maiores produtores mundiais de equipamento de vídeo doméstico costumavam usar a invenção do engenheiro russo.

 

Foto: TASS

Comunicação por rádio

Em abril de 1885 o professor de física Aleksandr Popov anunciou, durante uma conferência na Universidade de São Petersburgo, a invenção de um sistema de comunicação sem fio e apresentou o primeiro rádio de comunicação do mundo. Como Popov trabalhava em uma instituição ligada ao Ministério da Defesa, não pôde divulgar seu invento. Paralelamente, o italiano Guglielmo Marconi também realizou experiências semelhantes, registradas em um artigo publicado em 1897. Ao contrário de Popov, Marconi conseguiu comercializar rapidamente sua invenção. Até hoje no Ocidente existe a disputa sobre quem foi o primeiro inventor do rádio de comunicação.

 

Foto: Getty Images/Fotobank

Helicóptero

Em 1910, o engenheiro russo Igor Sikorski construiu o primeiro protótipo de helicóptero do mundo capaz de decolar. Em 1912, construiu o primeiro hidroavião e, mais tarde, aeronaves com vários motores. Depois da revolução de 1917, emigrou para os EUA, onde fundou a empresa Sikorsky Aeroengineering com o dinheiro do famoso compositor Serguêi Rachmaninoff. O primeiro helicóptero experimental de Sikorsky construído em terras norte-americanas decolou sob sua direção em setembro de 1939. Seu projeto serviu de base para a construção de 95% dos helicópteros do mundo. Em 1942, Sikorski desenvolveu um helicóptero bilugar.

 

Foto: TASS

Fotocélula

A invenção do físico russo Aleksandr Stolétov contribuiu para o surgimento de televisores. No fim dos anos 80 do século 19, Stolétov propôs uma teoria sobre o efeito fotoelétrico, contribuindo, assim, para a construção de fotocélulas, hoje amplamente utilizadas nas mais diversas áreas. Stolétov criou a primeira fotocélula baseada no efeito fotoelétrico externo e descobriu a dependência entre o valor da fotocorrente e a intensidade luminosa.

Foto: TASS

 Transformadores

É impossível imaginar um sistema de energia elétrica sem um transformador. Os primeiros transformadores do mundo foram inventados, construídos e aplicados na prática pelos engenheiros russos Pável Iablótchkov e Ivan Usságuin. O conceito que ficou conhecido como “fração da luz” foi elaborado por Iablótchkov em meados dos anos 70 do século 19. O engenheiro russo apresentou sua invenção, que compreendia o uso de um transformador da corrente elétrica e de um condensador, em Paris e em São Petersburgo. Já em 1882, na França, o transformador de núcleo aberto foi patenteado pelos inventores Lucien Gaulard e Willard Josias Gibson.

Foto: PhotoXPress

Iogurte

Embora os produtos lácteos sejam comuns desde tempos imemoriais, seu impacto sobre a longevidade humana foi prenunciado pelo cientista Iliá Metchnikoff. Em 1910, ele afirmou que, para aumentar a expectativa de vida, era preciso consumir produtos lácteos, pois reduziam a putrefação intestinal. Metchnikoff descobriu a Bulgária, país considerado o berço do iogurte, apresentava o maior números de pessoas com longa vida. No entanto, verdade seja dita, o leite foi misturado pela primeira vez com fermento na Trácia, região histórica no sudeste da Europa.

Foto: Getty Images/Fotobank
 
 Televisão

O engenheiro norte-americano de origem russa Vladímir Zvoríkin é o autor da mais importante invenção do século 20: a televisão. Em 1923, fez o registro da patente nos EUA. Seis anos depois, inventou o cinescópio e, dois anos mais tarde, o tubo iconoscópico para transmitir sinais.

Foto: Getty Images/ Foto Bank

Refinamento da gasolina

É impossível imaginar o mundo moderno sem automóveis e, portanto, sem gasolina. Para obter uma quantidade tão grande de combustível, um processo de refinamento destinado à produção de gasolina foi elaborado a partir das frações de destilação de petróleo. O refinamento (ou craqueamento) permite obter até 70% da gasolina enquanto uma destilação simples produz apenas de 10 a 20%. Esse processo foi desenvolvido e aplicado em uma unidade industrial em 1891 pelo engenheiro russo Vladímir Chúkhov.

Foto: Getty Images/Fotobank

Borracha sintética

А borracha sintética é outro componente sem o qual é impossível imaginar uma economia moderna. É sobretudo utilizada na produção de pneus de toda a espécie, juntas e isolamento, sendo também item essencial para a fabricação de combustível sólido de mísseis. A primeira de importância industrial foi a borracha de polibutadieno produzida pelo método de síntese do químico russo Serguêi Lébedev. Ele obteve a primeira amostra de borracha sintética em 1910. Seu livro “O estudo na área de polimerização de hidrocarbonetos etilênicos”, publicado em 1913, virou base científica para a síntese industrial de borracha.

Foto: Getty Images/Fotobank

Colheitadeira

A primeira colheitadeira do mundo foi construída por Andrêi Vlássenko em 1868. Feita de madeira  e acionada por cavalos, apresentava um desempenho 20 vezes maior do que o trabalho braçal dos camponeses. Duas colheitadeiras construídas por Vlássenko eram acionadas por dois cavalos e dirigidas por uma pessoa cada, colhendo satisfatoriamente os grãos na província de Tver. Dez anos depois a imprensa norte-americana publicou uma notícia sensacionalista sobre a construção, na Califórnia, de uma máquina para colher grãos. A primeira colheitadeira norte-americana utilizava o mesmo princípio de Vlássenko, sendo, contudo, operada por 24 mulas e dirigida por sete trabalhadores.

Foto: Getty Images/Fotobank

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.