Fiéis da Igreja Ortodoxa de São Paulo rezam pelas vítimas na Síria

Arcebispo metropolitano da arquidiocese ortodoxa antioquina de São Paulo, Damaskinos Mansour Foto: catedralortodoxa.com.br

Arcebispo metropolitano da arquidiocese ortodoxa antioquina de São Paulo, Damaskinos Mansour Foto: catedralortodoxa.com.br

Os fiéis da comunidade ortodoxa síria, composta por cerca de 100 mil seguidores, reuniu-se na última quinta-feira (5) para rezar pelas vítimas do conflito sírio.

Em pregação, o arcebispo metropolitano da arquidiocese ortodoxa antioquina de São Paulo, Damaskinos Mansour, assinalou o “enorme papel da Rússia, de seu governo e da Igreja Ortodoxa Russa na defesa da soberania nacional da Síria e do povo sírio contra a destruição pelos implacáveis inimigos internos e externos”.

O arcebispo pediu pela paz religiosa na Síria e advertiu contra os planos dos islamistas radicais de organizar no país “limpezas” étnicas e religiosas.

Em contatos com os clérigos e membros da comunidade síria, os diplomatas russos presentes na missa salientaram a necessidade de resolver politicamente a crise síria, dar um fim à violência em ambos os lados, estabelecer negociações de paz entre o governo e a oposição, bem como impedir uma intervenção militar externa no país.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.