Mercados de chá e café continuarão a crescer em 2012

Brasil é um dos países que mais exporta café torrado e instantâneo para Rússia            Foto: Shutterstock_LegionMedia

Brasil é um dos países que mais exporta café torrado e instantâneo para Rússia Foto: Shutterstock_LegionMedia

Relatório da Associação Russa de Chá e Café apontou aumento substancial de importações em relação a 2010, tendência que deve se repetir ao longo deste ano.

De acordo com as informações do diretor da Associação Russa de Chá e Café (Rostchaikofe), Ramaz Tchantúria, o mercado de chá na Rússia correspondeu, em 2011, a marca de US$ 1,5 bi (R$ 2,7 bi), enquanto o de café alcançou US$ 2,2 bi (R$ 4 bi). “E em 2012 os mercados não irão diminuir”, completou.

No ano passado, o consumo de chá per capita chegou a 1,2 quilos ao ano. "O volume de importação de chá em 2011 aumentou quase 5% em relação a 2010 e atingiu 188 mil toneladas.

Paralelamente, o consumo doméstico de chá na Rússia também cresceu até alcançar 180 mil toneladas", declarou Tchantúria.

Segundo ele, as principais razões para o crescimento são o número cada vez maior de redes de lojas que vendem chá e o aumento do consumo desse produto em saquinhos.

Os relatórios da Rostchaikofe indicam que países como Sri Lanka, Índia, China, Quênia e Vietnã continuam sendo os principais fornecedores da Rússia. Noventa por cento das importações correspondem ao chá preto.

"Atualmente, 56% do mercado russo é composto por chá em saquinhos. Nos próximos anos, esse número pode crescer até 90%.”

Em relação ao mercado de café na Rússia, o consumo per capita da bebida no país é cerca de 750 gramas por ano, segundo avaliação da Rostchaikofe.

Em 2011, a Rússia importou 118 mil toneladas do produto.

Os principais fornecedores do café verde e torrado são Vietnã, Brasil e Indonésia, enquanto o café instantâneo, que corresponde a mais de 70% do mercado russo, é importado da Índia, Brasil, Alemanha e Equador.

De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o consumo de chá no Brasil é maior na região sul do país (147,6 gramas ao ano).

Já o consumo per capita de café torrado no país alcançou a marca histórica de 4,81 kg/ano em 2010.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.