Comerciante é condenado por usar cruzados brasileiros

O cruzado foi retirado de circulação no fim dos anos 80 Foto: Alamy_LegionMedia

O cruzado foi retirado de circulação no fim dos anos 80 Foto: Alamy_LegionMedia

Golpista enganou mais de dez pessoas na cidade de Vorónej oferecendo moeda fora de circulação em transações comerciais.

O tribunal de Kursk, na região central da Rússia, condenou um habitante da cidade de Vorónej a cinco anos de prisão por ter usado cruzados brasileiros para comprar casacos de peles e eletrodomésticos de habitantes locais.

De acordo com a polícia regional, o homem, que havia enganado mais de dez habitantes locais, foi detido no verão de 2011.

O golpista usava sempre a mesma tática. Ao ver um anúncio sobre a venda de eletrodomésticos ou casaco de peles na seção de classificados, o criminoso combinava um encontro com o vendedor. No ato, dava desculpa de que não tinha rublos e propunha efetuar o pagamento em euros, entregando à vítima, contudo, cruzados brasileiros.

Estima-se que o  suposto comerciante tenha lucrado 200 mil rublos (US$ 6,5 mil) com as vítimas do golpe.

“O Tribunal deu parecer favorável à acusação e o reconheceu culpado, condenando o golpista a uma pena de cinco anos de prisão em regime semiaberto”, segundo comunicado publicado pela procuradoria regional.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.