Prédio desaba em Ástrakhan

Número de feridos já soma 15 pessoas, das quais sete estão hospitalizadas. Três estão desaparecidos.

Na última segunda-feira (27), um edifício de nove andares desmoronou na cidade de Ástrakhan, capital da região de mesmo nome, no sudoeste da Rússia. O número de feridos no desabamento do bloco de um edifício no centro da cidade já soma 15 pessoas, sete das quais estão hospitalizadas, informou o porta-voz do Ministério para Situações de Emergência da Rússia. Três estão desaparecidos.

Ástrakhan, capital da região de mesmo nome, no sul da Rússia

Segundo informações preliminares, o prédio desabou devido a uma explosão causada por gás doméstico. De acordo com as informações da direção da Comissão de Investigação da região, a explosão ocorreu em uma loja instalada no primeiro andar do edifício.

O prédio  tem seis blocos, e a explosão atingiu todos os nove andares do segundo deles. De acordo com a agência Ria Nóvosti, 18 apartamentos foram completamente destruídos.

O Ministério para Situações de Emergência informou que 106 pessoas e 35 veículos foram enviados ao local para prestar socorro. Segundo a assessoria de imprensa da Comissão de Investigação da Região de Ástrakhan, já foi aberto processo para apurar violação de normas de segurança em uma possível reforma que ocorria na loja. 

Os acusados podem ser condenados a até sete anos de prisão. Em 2011, o total de mortos nas explosões 20 explosões causadas por gás em todo o país foi de 10 pessoas , de acordo com RIA Nóvosti.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.