Brasileiro é premiado pelo presidente Medvedev

Sérgio Palamartchuk Foto: Marina Darmaros

Sérgio Palamartchuk Foto: Marina Darmaros

Na última sexta-feira (17), o empresário Sérgio Palamartchuk recebeu em cerimônia oficial a Medalha Púchkin, premiação concedida por seus esforços na divulgação da cultura russa no Brasil

Na última sexta-feira (17), o empresário brasileiro Sérgio Palamartchuk foi condecorado por Dmítri Medvedev com a Medalha Púchkin. A cerimônia ocorreu na residência do presidente russo Dmítri Medvedev, a cerca de 30 quilômetros do Kremlin, e premiou outros cinco estrangeiros com a medalha.

Além de Palamartchuk, foram premiados com a Medalha Púchkin Nikolai Dimtchenko e Aleksandr Stakanov (Moldávia),  Ella Ilinitchna (Lituânia), Tikaru Kissimoto (Japão) e Ali Orssan (Síria).

“Aqui estão presentes pessoas de diferentes profissões, tradições, culturas, naturalmente, cidadãos de diferentes países. Mas nos une a todos uma coisa: os bons sentimentos para com nosso país. E eu não escondo, isso para nós é muito, muito importante”, disse o presidente no discurso de abertura da premiação.

“Fiquei muito satisfeito em receber esse prêmio, que é uma combinação dos trabalhos que a gente já fez e continua fazendo na divulgação da cultura e do idioma russo no Brasil”, disse Palamartchuk à Gazeta Russa.

O empresário é diretor de uma agência de viagens especializada em Rússia, a Slavian Tours, e criador da Casa da Rússia, instituição sem fins lucrativos para o ensino da língua russa em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Criada há dois anos, a Casa da Rússia deve introduzir em 2012 pela primeira vez no Brasil o sistema de testes oficial do Ministério da Educação russo para certificação do idioma, segundo o Palamartchuk. “O Brasil terá uma nova forma de certificação dos estudantes, o que é muito importante”, diz.

Segundo Palamartchuk, em todo o Rio de Janeiro cerca de 150 pessoas se dedicam ao estudo da língua russa, enquanto no Brasil o número fica em 750 pessoas. “É um número expressivo, e gostaríamos de aumentá-lo ainda mais”, afirma.

Junto ao Grupo Volga, em São Paulo, e ao Grupo Volga 2, em Campina das Missões (RS), o empresário também planeja a organização de uma semana russa no Brasil. “Todas essas organizações juntas divulgam a cultura no país, e em breve vamos promover a semana russa, em março ou abril”, conta.

A Medalha Púchkin foi criada em 9 de maio de 1999, e desde então já condecorou quase 700 personalidades difusoras da cultura russa de diferentes nacionalidades, entre elas três brasileiros. Em 2010, receberam o prêmio o ex-governador de Santa Catarina Luiz Henrique da Silveira e o presidente do Instituto Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, Valdir Steglich, e, em 2007, Boris Schnaiderman, primeiro professor de língua e literatura russa da USP e pioneiro na tradução direta de literatura russa no país. Ainda em 2007, também foi premiado pela Rússia o arquiteto Oscar Niemeyer, que recebeu a Ordem da Amizade.

“É uma honra estar aqui e receber esse prêmio direto das mãos do presidente”, completa Palamartchuk.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.