Lojas russas burlam lei que proíbe compra de bebidas durante a noite

A venda de álcool é proibida das 22h às 9h  Foto: RIA Nóvosti

A venda de álcool é proibida das 22h às 9h Foto: RIA Nóvosti

Em cidades onde não é permitido comprar bebidas alcoólicas após as 22h, lojas contornam a lei entregando garrafas como brinde ou alugando-as.

Em Novosibirsk, a venda de álcool é proibida das 22h às 9h, mas a empresa Litrovoz pode ajudar. As condições da transação são as seguintes: o cliente paga para um mensageiro ir até ele, levando a bebida. O custo da entrega é de 200 a 500 rublos, dependendo da região, se o pedido for mais barato que mil rublos. Se a encomenda for superior a esse valor, a entrega sai de graça. O mensageiro que levou ao repórter da “Vedomosti” uma garrafa de uísque à meia-noite e meia explicou que é possível a devolução da taxa de entrega se houver desistência da bebida até as 10h, mas, na prática, isso ainda não aconteceu.

O "clube de entrega de produtos alcoólicos" AlkoPresent promete dar bebidas em Novosibirsk. O cliente encomenda lembranças com símbolos de um clube – um imã custa 500 rublos, um cartão de plástico sai mil rublos, um ícone, por 2 mil rublos, e assim por diante –, e de presente ganha uma bebida alcoólica com o mesmo valor.

Uma análise superficial dos sites mais acessados mostra que outras cidades russas, como Moscou, seguem os passos de Novosibirsk. O álcool é oferecido como presente pela Alkozajigalka (ao comprar um isqueiro, você ganha pontos – um ponto por cada rublo – e, com os pontos, escolhe uma garrafa de presente) e pela organização pública regional “Temos o direito" (o cliente se cadastra, paga uma taxa de adesão e recebe uma bebida de presente, no entanto, a organização exige dados de identificação).

Também há outras opções. Por exemplo, a empresa Agente 0.5 envia bebidas alcoólicas em nome dos clientes de bares e restaurantes. O site alcoholia.net oferece locação de bebidas alcoólicas – o contrato é válido até as 8h. A loja on-line alkosale.ru tem entrega dia e noite de bebidas alcoólicas das lojas Duty Free.

Advogados explicam que os engenhosos empresários de bebidas alcoólicas violam o espírito, mas não os termos da lei – não há necessidade de licença para dar e alugar bebidas alcoólicas. "Agora, na Rússia, é proibido apenas a compra e venda de bebidas alcoólicas nas horas designadas, mas todo o resto é permitido", diz o advogado Ivan Kókarev. "Para trazer à justiça aqueles que oferecem bebidas alcoólicas à noite, mas que, tecnicamente, não vendem, é necessário restringir a nível legislativo não apenas a ação de compra e venda, mas a movimentação de bebidas alcoólicas também."

”No entanto, hoje essa possibilidade existe”, acredita o advogado sênior de um escritório de advocacia na Sibéria, Anton Mudri: "As transações podem ser classificadas como uma farsa de acordo com o artigo 170 do Código Civil".

"Diga-me uma lei que não possa ser evitada", propõe o deputado da Duma (Câmara dos Deputados na Rússia) pelo Comitê de Política Econômica Víktor Zvagélski, que participou na adoção de medidas antialcoólicas. Não é possível fechar todas as brechas, melhor continuar a reforçar a responsabilidade de quem quebra a lei, afirma ele.

Saiba mais em (texto em russo):  http://www.vedomosti.ru/companies/news/1497113/vodka_v_podarok#ixzz1lnGebNTb

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.