Roberto Carlos decide permanecer no Anji

Roberto Carlos Foto: TASS

Roberto Carlos Foto: TASS

Jogador brasileiro atuará como diretor da equipe russa após término da carreira de atleta

O ex-jogador de futebol da seleção brasileira Roberto Carlos disse em uma entrevista dada ao Sport-Express que pretende ficar permanentemente no clube russo Anji, de Makhatchkalá. Com 38 anos, Roberto Carlos observou que, mesmo na "idade máxima", continuará a demonstrar alta performance como jogador e que depois irá para o cargo de diretor da equipe.


O brasileiro afirma que, após o término da carreira como jogador, seu desafio será organizar a vida do time fora do campo de futebol. Roberto Carlos disse que em sua nova posição responderá diretamente ao dono do clube, Suleiman Kerimov.


O jogador ainda comentou que não quer trabalhar como treinador. O brasileiro acrescentou que manteve boas relações com o antigo mentor do Anji, Haji Hajiev. Quanto ao novo treinador, Iuri Krasnojan, Roberto Carlos disse que ele “fará o clube de Makhatchkalá campeão da Rússia”.


Roberto Carlos assinou o contrato com o Anji no início de 2011. Até a demissão de Hajiev, o brasileiro entrou em campo com frequência e disputou 25 jogos no Campeonato Russo. Após a demissão do técnico, Roberto Carlos tornou-se jogador/treinador da equipe, mas não apareceu mais em campo. Em entrevista à imprensa brasileira no ano passado, Roberto Carlos disse que, depois de concluir a carreira de jogador, é provável que se torne presidente do Anji.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.