Vágner Love deixa o CSKA e volta para o Flamengo

Foto: Flamengo

Foto: Flamengo

O jogador Vágner Love e os dirigentes do CSKA se reuniram nesta quarta-feira (25) no escritório central do time moscovita com um representante do Flamengo para acertar a transferência do atacante para o time carioca.

O jogador Vágner Love e os dirigentes do CSKA se reuniram nesta quarta-feira no escritório central do time moscovita com um representante do Flamengo para acertar a transferência do atacante para o time carioca.

Após assinar o acordo de transferência para o Flamengo, o atacante brasileiro se mostrou emocionado e agradeceu à diretoria e aos torcedores do CSKA.

“Levo comigo recordações muito boas da Rússia. Em todos esses sete anos, senti o amor e apoio por parte do clube e dos torcedores. Amei o CSKA de todo o meu coração. Certamente, eu não seria o que sou agora se não tivesse atuado nesse clube por tanto tempo. Foram anos maravilhosos: ganhamos um monte de títulos!”, disse o jogador.

“O CSKA fez de mim um homem e agradeço em primeiro lugar ao presidente do clube, Evguêni Guíner! Um agradecimento especial a nossos torcedores! Vocês sempre me apoiaram, inclusive quando não joguei bem. Isso não pode ser esquecido. O CSKA será sempre uma parte importante de minha vida.”

A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, expressou sua satisfação com o desfecho do acordo: “Demonstramos sempre nosso interesse por Vágner, ele é o jogador de que o Flamengo precisa. Ele sempre desejou voltar a jogar em nosso clube. Estamos felizes ao saber que Vágner está de volta e esperamos que ele faça muitos gols para o nosso clube”.

A posição oficial do CSKA de Moscou não foi menos entusiástica. “Vágner Love passou em nosso clube sete anos, contribuindo muito para que esses anos se tornassem os mais bem-sucedidos na história pós-soviética do CSKA. A equipe, o clube e muitos milhares de torcedores do CSKA agradecem a Vágner por tudo o que ele fez pelo clube! Desejamos-lhe boa sorte em tudo e novas grandes vitórias!”, disse em um comunicado Evguêni Guíner, presidente do CSKA.

Trajetória

A primeira temporada do atacante brasileiro em Moscou foi fantástica. Seu clube, o CSKA, conquistou a Copa UEFA, o que dificilmente teria sido possível sem os esforços do camisa 9. Na ocasião, o presidente do CSKA apelidou a aquisição de seu passe como “melhor transferência na história do clube”.

A esposa de Vágner ficou no Brasil e não quis acompanhá-lo em sua aventura na Rússia. Ao conhecer o inverno russo, Vágner entrou em depressão e até mesmo começou a pensar em voltar ao Brasil para vestir a camisa do Corinthians, mas desistiu depois de conversar com o presidente do CSKA e o então treinador do clube, Valéri Gazaev.

Em 2007, Vágner ganhou a companhia do também brasileiro Jô. Após a saída de Jô em 2008, Vágner ficou sozinho e fez 20 gols no campeonato, repetindo o recorde do atacante russo Gueórgui Demetradze em 1999.

Na virada de 2009 para 2010, Vágner pediu que o CSKA cedesse seu passe em aluguel a um clube brasileiro devido a circunstâncias familiares e renovou seu contrato com o clube antes de partir para o Brasil. O primeiro clube cuja camisa ele vestiu no Brasil foi o Palmeiras. Mas nem tudo correu bem na carreira do atacante, que azedou as relações com os torcedores do clube.

De lá, Vágner passou para o Flamengo, onde se reuniu com Adriano, formando uma dupla muito perigosa para os adversários. Após o fim do aluguel para o time carioca, Vágner retornou a Moscou, dizendo aos jornalistas que o Flamengo ficou para sempre em seu coração e que, mais cedo ou mais tarde, ele voltaria a atuar no time.

No período entre temporadas, Vágner pediu à direção do CSKA a permissão para ir ao Brasil por algumas semanas para resolver seus problemas familiares. Lá ele foi flagrado na base do Flamengo. Depois de resolver seus problemas domésticos, Vágner Love regressou ao CSKA e disse que queria passar para o Flamengo, durante a janela de transferências do mercado de verão.

O Flamengo também queria de volta o jogador, mandando cerca de uma dezena de pedidos para o CSKA e recebendo sempre respostas negativas. Hoje, finalmente, o clube carioca e o jogador brasileiro alcançaram seu objetivo.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.