Explosão em restaurante de Moscou

Foto: RIA Nóvosti

Foto: RIA Nóvosti

Uma grande explosão em um restaurante de cozinha italiana em Moscou deixou dois mortos e dezenas de feridos por volta das 15h da última segunda-feira (9). Segundo testemunhas do incidente, houve duas explosões na cozinha do restaurante.

Segundo informou a agência Interfax, a primeira explosão ocorreu com uma mistura de gás e ar e foi seguida pela explosão de bujões de gás guardados na cozinha.

Uma das vítimas, Antón Míkhen, estava sentada em uma mesa perto da entrada quando a explosão ocorreu. “Veio uma nuvem de fogo tão grande que eu não sabia para onde correr. A explosão foi enorme. Fiquei assustado. Eu me virei e vi que nada restava, nem mesmo as janelas”, descreveu.

Uma fonte policial disse à Interfax que a área incendiada aumentou de 15 para 250 metros quadrados. A explosão deformou as paredes e destruiu parcialmente o telhado do restaurante. O fogo só foi extinto às 16h57, hora de Moscou, calculando-se a área destruída pelo incêndio em 300 metros quadrados.

Considera-se que o incêndio teria sido provocado pela explosão dos bujões de gás. De acordo com a agência RIA-Novosti, a investigação apreendeu as gravações de vídeo feitas pelas câmaras de vigil&ˆncia do restaurante e encontraram no local do incidente um bujão de gás danificado, fragmentos de outros bujões de gás e um aquecedor.

Como resultado das explosões e do incêndio, duas pessoas morreram e 32 foram levadas para o hospital com ferimentos causados ​​por estilhaços de vidro e queimaduras de gravidade variável.

Segundo disse o diretor do Departamento de Saúde de Moscou, Leonid Pechátnikov, em entrevista à Itar-Tass, sete pessoas com ferimentos leves se recusaram a ir ao hospital enquanto outras foram hospitalizadas em clínicas e no centro de emergência hospitalar Sklifassóvski.

De acordo com os relatórios mais recentes, 28 dos 41 feridos permanecem no hospital e três deles estão em estado extremamente grave. As autoridades de Moscou prometem pagar uma indenização às famílias dos mortos e feridos nos valores de 1 milhão (cerca de US$ 33 mil) e de 500 mil rublos (cerca de US$ 16 mil), respectivamente.

Segundo a Interfax, o governo de Moscou pretende também prestar assistência financeira ao funeral das vítimas da explosão no valor de 40 mil rublos (cerca de US$ 1300) por pessoa.

ˆ

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.