Kurt Cobain de saias

Depois de treze anos de carreira profissional e cinco álbuns de sucesso, a cantora Zemfira, de 35 anos, desenvolveu um estilo muito pessoal que claramente a distingue dos demais roqueiros contemporâneos. Herdeira de grandes bandas russas como Mummy Trol, Akvarium ou Kino, tem como inspiração Radiohead e Deep Purple para compor e interpretar suas canções. Sua poderosa voz sai das entranhas e atinge como um soco no estômago; as letras são cativantes e enigmáticas.

Show em São Petersburgo, em 2010 

Por meio do lirismo de seus álbuns, a cantora, que nasceu em Ufa, tem conseguido expressar os problemas de toda uma geração – a tal ponto que, em 2004, foi mencionada em um livro didático de história, no capítulo Vida espiritual, como fundadora de uma cultura musical totalmente inédita.

Adorada por milhares de fãs, Zemfira, entretanto, tem fama de ser ríspida e exigente. Não se entende bem com os produtores nem com os jornalistas. Atualmente, prefere comunicação virtual quando se trata de entrevistas públicas e coletivas de imprensa, e continua sendo muito reservada.

Zemfira mantém ela mesma seu site oficial, no qual comenta os shows e a agenda de turnê ou de gravação, além de responder as perguntas dos fãs.  

O álbum “Beleza” é uma mistura de estilos: lounge, música clássica e rap

Perguntada se os fãs podem esperar em frente à sua casa para oferecer flores a cantora responde que não e explica que isso a deixaria irritada. “Adoro a solidão, embora tenha escolhido um ofício público. Ficaria muito agradecida se me deixarem tranquila nos intervalos entre os shows.” Zemfira realiza apresentações com frequência em Moscou, São Petersburgo e outras localidades na Rússia, em estádios ou espaços mais intimistas.  

Em dezembro, fará uma turnê europeia com doze apresentações na Rússia, República Tcheca, Bélgica e Alemanha. Além disso, trabalha sem descanso em seu próximo álbum.

“Trabalho sem parar, algumas músicas são regravadas duas, três vezes. O problema é que faço muitas coisas sozinha. Este será um álbum verdadeiramente autoral, toco muito, gravo, edito.

Tenho que controlar tudo”, explica a cantora. A data de lançamento, contudo, ainda não foi definida, mas a cantora já avisou que esse será seu último álbum de longa duração. No futuro, pretende limitar-se à produção de EPs (com sete ou oito faixas). 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.