Exportações de carne brasileira para a Rússia voltam a crescer em junho

Foto:AP

Foto:AP

O Ministério do Desenvolvimento, da Industria e do Comércio brasileiro divulgou o saldo das importações brasileiras de carne no primeiro semestre de 2011.

O Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio brasileiro divulgou o saldo das importações brasileiras de carne no primeiro semestre de 2011. Mesmo com o veto de autoridades sanitárias russas a alguns frigoríficos, as exportações de carnes brasileiras para o país voltaram a subir em junho. Em maio foram exportadas quase 19 mil toneladas. No mês seguinte, o volume chegou 28 mil toneladas, com faturamento de R$ 126 milhões. A tendência é que esse número se mantenha em julho.

“Vendemos 7 mil toneladas de carne para a Rússia na primeira semana de julho. A expectativa é de que se as vendas continuarem assim, fecharemos o mês com quase 30 mil toneladas”, disse o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), Antônio Jorge Carmadelli. “A Rússia é um excelente cliente brasileiro. Compra e paga sempre. E compra muito. O governo brasileiro e a indústria têm obrigação de resolver esses impasses.”

Fernando Sampaio, diretor-executivo da Abiec que fez parte de uma comitiva brasileira que esteve na Rússia recentemente para resolver as restrições à exportação, está otimista. “O governo brasileiro respondeu as questões pendentes impostas pelos russos, e se comprometeu a aumentar a fiscalização nos frigoríficos”, disse. “Agora, os russos parecem estar mais receptivos.”

Segundo informações da Abiec, a Rússia comprou 27% da produção brasileira de carne exportada in natura no primeiro semestre do ano.

Exportação de carne bovina in natura para a Rússia


 

Mês / AnoFaturamento (Mil US$)ToneladasPM (US$ / Ton)
jan/20105343818021,22965,31
fev/20107306024052,83037,49
mar/20106788321596,73143,23
abr/20108724026052,23348,68
mai/20109173425438,63606,13
jun/20108219723147,43551,03
jul/20109972828865,73454,92
ago/201010348129601,13495,87
set/20109022524076,53747,43
out/20109828024239,44054,59
nov/20108519119693,64325,83
dez/20109178320546,44467,14
jan/20115873613505,84349,01
fev/20119099821126,14307,37
mar/201114509632668,44441,47
abr/201113683430074,74549,8
mai/20118561918371,34660,49
jun/201112255627205,2

4504,85

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.